Como melhorar a bateria do Galaxy S21 (ou outro Galaxy)

Apesar de todas as melhorias que as fabricantes têm feito aos seus smartphones, a bateria continua a ser um grande calcanhar de Aquiles. Afinal de contas, estamos a falar de aparelhos que na sua grande maioria, apenas aguentam um dia de utilização, gritando logo por um carregador para aguentar a totalidade do segundo dia.

Dito tudo isto, a Samsung até apostou bastante na autonomia com os novos Galaxy S21, especialmente nos modelos de maiores dimensões como o S21 Ultra, que já traz uma célula de 5000mAh, bem como um SoC de 5nm e ainda um ecrã capaz de andar entre os 11Hz e 120Hz, para poupar ainda mais sumo à bateria.

Contudo, isto não significa que não exista espaço para melhorar!

Como melhorar a bateria do Galaxy S21 Ultra (ou outro Galaxy)

S21

1. Ajuste a resolução do ecrã e a taxa de atualização (Hz)

Caso não saiba, o ecrã é sempre o componente que mais bateria gasta em qualquer smartphone, especialmente no caso do Galaxy S21 Ultra com o seu ecrã QHD+ capaz de chegar aos 120Hz com um tamanho avassalador de 6.8”.

Por isso, se estiver à rasca de bateria, ou sabe que vai estar um dia inteiro longe do carregador, é aqui que deverá ‘mexer’ para poupar bateria.

Dito tudo isto, os novos S21 já trazem uma tecnologia que permite ao telemóvel andar a trocar de Hz consoante o que se passa no ecrã. Contudo, se quer poupar bateria a sério, pode sempre baixar a taxa de atualização para os 60Hz, e claro, baixar a resolução também.

2. Dark Mode

A grande maioria dos utilizadores gosta de Dark Mode, porque preferem uma imagem mais escura, de forma a não forçar tanto a vista. No entanto, esta funcionalidade também traz sérios ganhos de autonomia num ecrã OLED.

Afinal de contas, num ecrã OLED, os pixéis são todos independentes uns dos outros, sendo cada um deles responsável pela sua própria iluminação. Ou seja, se estiver uma imagem preta, estão todos desligados. Similarmente, se estiver a ver uma imagem preta com uma bola branca no meio, apenas os pixéis responsáveis pela bola irão estar desligados. Muito resumidamente, se os pixéis estão desligados, não estão a gastar bateria. 

3. Perceba o seu uso, e veja que aplicações gastam mais bateria!

É possível ver a forma como o seu telemóvel gasta a bateria no dia a dia no gestor de recursos. Por exemplo, se o Facebook está a gastar muita bateria em segundo plano, pode simplesmente proibir a aplicação de o fazer.

4. Use e abuse do modo de poupança de bateria

Pessoalmente, não sou muito fã do modo de poupança… Afinal de contas, se comprei um topo de gama, quero usar o telemóvel no máximo das suas capacidades. No entanto, esta funcionalidade pode ser um aliado espetacular em situações mais complicadas.

O que acontece quando liga este modo?

Muito resumidamente, a frequência do processador fica mais baixa, o brilho é limitado, e as atualizações em segundo plano são proibidas para a grande maioria das apps.

Em troca, ganha mais algumas horas de autonomia.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados