Ligue-se a nós

Especiais

Cloudflare debaixo de fogo por causa de organizações terroristas

Bruno Fonseca

Publicado a

A Cloudflare está debaixo de fogo. É que foi novamente acusado de fornecer serviços relacionados com a internet a organizações terroristas. Isto não abona muito a favor desta empresa.

Esta organização que recebe mais tráfego do que o Twitter, a Amazon, a Apple, o Instagram, o Bing e a Wikipedia, disponibiliza serviços essenciais que protegem sites contra todos os tipos de ataques, principalmente DDoS.

A investigação de um jornal australiano concluiu que o Cloudflare fornece proteção a sete organizações terroristas

Ora, uma investigação do jornal HuffPost descobriu que o Cloudflare fornece proteção online a sete organizações terroristas. Elas incluem o Taleban, al-Shabab, a Frente Popular para a Libertação da Palestina, as Brigadas Al Quds, o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), a Brigada dos Mártires de al-Aqsa e o Hamas.

Entretanto, a Cloudflare recusa-se a admitir se estão ou não a proteger estes sites. Assim, cita “questões relacionadas com a privacidade”.

Mas a grande questão é que se de facto o Cloudflare está a fornecer serviços a estes sites terroristas, trata-se de algo muito ilegal. Ainda para mais, todas estas organizações estão incluídas nas listas de terrorismo do governo americano.

Entretanto, este serviço de proteção de sites e não só, já veio admitir ao site Cnet que está a verificar se um determinado cliente está numa lista de terroristas. Se estiver, o serviço será interrompido.

Se não conhece o Cloudflare, podemos dizer-lhe que é mais conhecido pelos seus serviços de distribuição de conteúdo e mitigação de ataques DDoS.

Não é a primeira fez que o Cloudflare está sob o olhar atento das autoridades

Esta não é a primeira fez que esta empresa está sob o olhar atento das entidades governamentais. Já em 2012 a agência Reuters questionou este serviço acerca de um possível alojamento de dois sites que tinham afiliações com o Hamas e as Brigadas al-Quds. No entanto, na altura, o CEO da Cloudflare, Mathew Prince, respondeu de forma contudente: “não estamos a enviar dinheiro nem a ajudar pessoas a obterem armas”.

Entretanto, esta abordagem ultra-liberal manteve-se. Especialmente quando foi novamente confrontado em 2013.  Desta vez pelo jornalista independente James Cook. Ele descobriu um site gerido pela Al Qaeda e protegido pelo Cloudflare.

A resposta desta empresa voltou a ser defensiva. “Um site é discurso. Não é uma bomba.

Mais tarde em 2015, o grupo Anonymous acusou a Cloudflare de servir “dezenas” de sites afiliados ao ISIS.

O que acham desta questão? Contem-nos tudo nos comentários.

Outras notícias de hoje:

Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

PUB Banner ESET

Últimas Notícias

Fora da Caixa8 mins atrás

É o fim para as brincadeiras e desafios virais no YouTube

Existem brincadeiras e desafios que vão longe demais. O desafio da canela é um desses exemplos. É má ideia e...

Jogos59 mins atrás

Analista afirma que a PS5 e Xbox Scarlet vão ser anunciadas na E3 2020

Agora que as atuais PlayStation 4 e Xbox One estão prestes a chegar ao fim do seu ciclo de vida,...

Android2 horas atrás

Snapdragon 855 vai ser 74% mais rápido que o seu antecessor!?

Já chegámos ao ano de 2019, e assim, já estamos de braços abertos, à espera da grande vaga de smartphones...

Hardware3 horas atrás

GTX 1660 Ti deverá ser significativamente mais lenta que a RTX 2060

O nome ainda não está 100% confirmado, no entanto, o site VideoCardz ficou a saber por um parceiro da NVIDIA,...

Hardware4 horas atrás

Parece que a AMD só tem um stock de 5000 unidades da Radeon VII

Na semana passada, a AMD lançou a sua nova placa gráfica ‘Topo-de-Gama‘, a Radeon VII, na CES 2019! Uma placa...

Android5 horas atrás

O verdadeiro HD chegou ao Huawei P20 Pro e Mate 20 Pro

Acabou de chegar à Internet uma boa notícia para quem tem um Huawei P20 Pro ou o Mate 20 Pro...

Android6 horas atrás

Motorola RAZR vai voltar na forma de um smartphone dobrável

Parece que o lendário Motorola RAZR está prestes a voltar, com uma cara completamente renovada, tecnologias inovadores e claro… Um...

Jogos7 horas atrás

Novidades do Remake de Final Fantasy VII chegaram à Internet!

Final Fantasy VII é provavelmente um dos jogos mais marcantes de sempre, pelo menos da geração dos anos 90, visto...