Cientistas usam raios cósmicos para descobrirem câmara secreta numa pirâmide


Por em

Os cientistas utilizaram uma sofisticada tecnologia de digitalização para descobrirem uma câmara misteriosa dentro da grande pirâmide de Gizé no Egito.

A descoberta, que foi revelada na revista Nature, foi descrita como a primeira descoberta de um novo e importante espaço dentro da pirâmide, desde o século XIX.

Uma equipa internacional de investigadores utilizou imagens de raios cósmicos para encontrar um “vazio” de 30 metros (98,4 pés) dentro da Grande Pirâmide, que também é conhecida como Pirâmide de Khufu devido ao seu criador, um faraó da 4ª Dinastia que reinou de 2509 a 2483 aC.

A imagem de raios cósmicos regista o comportamento das partículas subatômicas chamadas muões que penetram na rocha de forma semelhante aos raios-X, mas com muito mais profundidade.

A análise através de muões utiliza as placas especiais que são plantadas dentro e ao redor da pirâmide para recolher dados acerca das partículas que caiem da atmosfera terrestre. As partículas passam por espaços vazios, mas podem ser absorvidas ou desviadas por superfícies mais difíceis, permitindo que os cientistas estudem as suas trajetórias e concluam o que é pedra e o que não é. Neste caso, foram utilizadas várias placas para triangularem o vazio descoberto na Grande Pirâmide.

Lembramos que esta tecnologia também foi utilizada para analisar o reator nuclear de Fukushima depois de ter sido danificado por um terramoto e um tsunami em 2011.

Os cientistas envolvidos na escavação da pirâmide consideraram este acontecimento como um enorme “avanço” no que diz respeito à utilização da física moderna de partículas na arqueologia.

Um aspecto curioso é que o espaço recém-descoberto não parece estar ligado a nenhuma passagem interna conhecida.

O “vazio” da pirâmide é a mais recente descoberta no Egipto antigo, mas não a única. No mês passado, os arqueólogos anunciaram a descoberta de um templo antigo pertencente ao rei Ramsés II. Já em agosto, os especialistas tinham descoberto três túmulos de um antigo “grande cemitério” no vale do Nilo no Egito.

Leia também

Ou veja mais notícias de Fora da Caixa

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Como apagar mensagens enviadas pelo WhatsApp até sete dias depois

Google já permite comparar as especificações de equipamentos

Seguinte