A China está quase a aterrar no lado oculto da Lua!


Por em

A China lançou esta segunda-feira às 5:28 da madrugada, o satélite de retransmissão ‘Quequiao’ para assegurar a comunicação com a sonda lunar ‘Chang’e-4’ e que será lançada em breve, para explorar o lado oculto da Lua.

Nenhum outro programa espacial conseguiu chegar a esta parte da superfície lunar! Devido a dificuldades de comunicação.

China Lua

Dentro de alguns dias, o satélite ‘Queqiao‘ entrará na órbita lunar, a cerca de 455.000 km de distância da terra. Isto, para funcionar como uma ponte entre as estações terrestres e a sonda lunar.

A China já tinha anunciado em 2015 a sua intenção de conseguir colocar a sua sonda Chang’e-4 no lado negro da Lua. Pois bem, parece que o lançamento vai mesmo acontecer este ano!

Será que vamos poder comer batatas fritas alienígenas dentro de pouco tempo?

Mas além de ser o primeiro programa a conseguir este feito, também irá fazer uma experiência com sementes de batata e uma ainda ‘arabidopsis’, uma planta da família do repolho.

A CNSA – (Administrator Nacional Chinesa do Espaço) já anunciou que:

  • “Este lançamento é um passo chave para a China realizar o objectivo de ser o primeiro país a enviar uma sonda para o lado mais longínquo da lua.”

Foi ainda publicado um vídeo de 4 minutos com a montagem do satélite! Pode vê-lo aqui.

Na última década, a China tem apostado fortemente no seu programa espacial! Num esforço de conseguir apanhar as potências espaciais como os EUA e a Rússia. Dito isto, o país já está a planear uma missão tripulada dentro de 15 anos. Em que tenciona construir um ‘Palácio Lunar’ neste lado oculto da lua, para experiências cientificas.

O satélite ‘Queqiao’ também irá levar uma antena rádio, que os investigadores irão usar para estudar aquilo que os astrónomos chamam de “Idade das Trevas Cósmicas”, ou seja, tudo aquilo que aconteceu após o Big Bang.

Mas porquê o lado oculto da lua ?

Segundo ‘Liu Tongjie’, vice-director do Centro de Exploração Lunar da China.

É a melhor forma de bloquear a interferência electromagnética vinda da terra. Oferecendo assim uma melhor recepção de sinais de rádio! O que por consequência irá permitir aos investigadores ‘ouvirem’ melhor o cosmos.

Fonte

Leia também

Ou veja mais notícias de Fora da Caixa

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Etiquetas
Anterior

Cubot J3 e J3 Pro chegam em Junho com o Android Go

LG Q7, Plus e Alpha oficializados: Tudo o que precisa de saber

Seguinte