Para o CEO da Google a Inteligência Artificial é como o fogo


Por em

Numa entrevista que irá para o ar no dia 26 de Janeiro na MSNBC, Pichai, o CEO da Google descreveu a inteligência artificial como algo parecido com a eletricidade ou fogo: útil, mas perigoso.

Não é exagero dizermos que 2017 foi o ano da IA. Não só assistimos ao nascimento da Bixby, como observámos os assistentes de IA existentes, como o Alexa e o Google Assistant a chegarem a todos os utilizadores através de alti-falantes inteligentes. Na verdade, a IA deverá crescer substancialmente ao longo dos próximos anos, atingindo um valor global de 23,4 mil milhões de dólares até 2025. No entanto, à medida que cada mais fabricantes dependem desta, existem preocupações cada vez maiores, desde questões práticas até éticas.

Felizmente, o CEO da Google, Sundar Pichai, também está ciente de que com uma tecnologia tão importante, surgem grandes responsabilidades. Numa entrevista com Kara Swisher da Recode e Ari Melber da MSNBC, Pichai afirmou que a “IA é uma das coisas mais importantes em que a humanidade está trabalhar. É mais profundo do que, eu não sei, eletricidade ou fogo. “E continuou:” [Apesar do fogo ser bom], também mata pessoas. Aprendemos a aproveitar o fogo para os benefícios da humanidade, mas também temos de superar as suas desvantagens “.

Pichai indicou que a IA terá inevitavelmente um papel importante no avanço da humanidade para encontrar, por exemplo, uma cura para o cancro.

O sucesso da IA passa por encontrar um equilíbrio entre sua utilidade e o que nos define como humanos.

Leia também

Ou veja mais notícias de Android, Apple

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Samsung Galaxy J8 (2018): Conheça as especificações

NZXT vai baixar o preço da sua nova motherboard N7 Z370

Seguinte