Carregamento sem fios é prático, mas tem um problema sério!

O carregamento sem fios é cada vez uma funcionalidade obrigatória em qualquer topo de gama, especialmente agora que o carregamento rápido começou finalmente a chegar aos smartphones mais apetrechados. Aliás, o foco na tecnologia é tanto, que cada vez mais ouvimos falar de smartphones sem qualquer portas, prontos a deixar os cabos USB-C ou Lightning para trás.

Afinal de contas, é super prático chegar ao carro e meter o smartphone no suporte sem lhe ligar qualquer cabo, chegar ao emprego e metê-lo na base de carregamento, ou ir jogar no PC/consola, e deixar o telemóvel arrumado numa qualquer base que temos por casa.

Ou seja, de forma bem curiosa que acaba por mostrar a própria natureza humana, começa a ser chato ligar o cabo do carregador ao nosso telemóvel, algo que fizemos durante anos! E claro, as fabricantes já perceberam isso. No entanto, o carregamento sem fios ainda tem um problema grave, que muito dificilmente irá ser corrigido num futuro próximo.



O carregamento sem fios é prático, mas tem um problema sério na eficiência!

carregamento sem fios é

Portanto, apesar de toda a conveniência da funcionalidade, o carregamento sem fios tem dois problemas sério, a eficiência energética e alcance. Dois campos importantes que têm de ser resolvidos antes de reformar-mos os carregadores com cabo de uma vez por todas.

Dito isto, no papel, o carregamento sem fios tem vários benefícios! É muito fácil meter o telemóvel em cima de uma base, isto ao mesmo tempo que não desgastamos portas e cabos USB. (Quantos cabos já arruinou ao longa da sua vida?) No entanto, o carregamento sem fios, mesmo as suas versões mais recentes, é muito pouco eficiente em comparação ao carregamento com cabo.

O que quero dizer com carregamento ineficiente?

Um carregamento sem fios pode usar ~50% mais energia para oferecer o mesmo exato carregamento de um carregador tradicional com fio. Além disto, estes 50% apenas acontecem se o smartphone estiver perfeitamente alinhado na base, caso contrário, esta percentagem poderá subir ainda mais.

Em paralelo, além do gasto de energia durante o carregamento propriamente dito, a grande maioria destes carregadores gasta uma pequena quantidade de energia mesmo que não exista nenhum aparelho em cima da base. (Um carregador normal com cabo gasta zero).

Em suma, se é um defensor do ambiente, e tenta ser o mais poupado possível, talvez seja boa ideia esquecer esta tecnologia no imediato.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Filme da Netflix paga milhões a L. DiCaprio e Jennifer Lawrence!

Tendo em conta que ainda este ano vamos receber vários filmes na Netflix, o melhor mesmo será revelar-lhe desde já um dos melhores a...

A Indústria Automóvel está a sofrer (muito) com a crise!

Como deve saber, a atual crise de produção de semicondutores afetou várias indústrias, como a dos smartphones, a de componentes para PCs, mundo dos...

Polémica na Netflix! Caso de violação abana a plataforma!

A Netflix é uma das maiores plataformas de Streaming do mercado, isto não é novidade para ninguém, e como tal, sempre que algo fora...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!