Apple sabe que vai vender menos, mas quer aumentar preços!

Apesar de tudo aquilo que vem a ser dito, é quase inegável que os mais recentes portáteis MacBook da Apple não se vendem, ou pelo menos não se vendem tanto, porque o preço está exageradamente alto, aliás, subiu para mais do dobro em menos de 8 anos.

Uma estratégia que tenho algumas dificuldades em perceber, mas que aparentemente também vai ser empregue nos novos iPad Pro OLED de 2024, que por sua vez deverão encarecer entre 300€e 400€ em ambas as versões.

Uma subida de preço tão significativa, que a própria Apple decidiu rever os seus planos de produção para os novos tablets. Isto faz algum sentido? Talvez!

Apple sabe que vai vender menos, mas quer aumentar preços!

iPad, Apple

Portanto, caso não se lembre, também existiu muita “conversa” à volta de um aumento muito significativo no preço do iPhone antes do seu lançamento em Setembro. O que muito honestamente penso não ter sido inocente, ao ser na realidade uma forma de perceber como os consumidores reagiam.

Afinal de contas, o iPhone domina o mercado na gama alta. Ao vender em todo o mundo, a qualquer preço que apareça. Por isso, a Apple vai eventualmente voltar a subir preços para ganhar mais alguns trocos em cada unidade vendida.

Ainda assim, felizmente, o iPhone não encareceu (ainda)! Na realidade, em várias regiões, até levou um acerto no seu preço que o tornou mais apelativo a vários tipos de consumidores, especialmente no lado dos iPhone 15 e iPhone 15 Pro, visto que ambos baixaram um pouco de preço.

Porém, não podemos ficar cegos com esse “pequeno” acerto. A Apple quer aumentar preços para também aumentar a sua margem de lucros. Sendo exatamente por isso que temos visto aumentos, ou rumores de aumentos, em todos os produtos que andam à volta do iPhone.

A Apple quer perceber como os consumidores reagem, para depois proceder aos aumentos. O iPad Pro vai ser um novo exemplo disso, visto que mesmo após várias reações negativas por parte dos consumidores, vai muito provavelmente encarecer de forma bastante significativa. Isto ao ponto de a própria Apple estar agora a reduzir a quantidade de iPads produzidos ao longo do ano em 30%.

Mais concretamente, dos 10 milhões de paíneis encomendados inicialmente, a encomenda já baixou para 7 milhões (LG com 3 milhões, Samsung com 4 milhões), isto com espaço para baixar um pouco mais, dependendo do sucesso do lançamento.

Será que a Apple prefere vender menos, mas ganhar mais em cada unidade? Esta é a forma mais lucrativa de fazer negócio no mundo tecnológico moderno? Partilhe connosco a sua opinião na caixa de comentários em baixo.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.