Ainda não acabou o mês de Janeiro e já temos notícia de uma nova falha de segurança… Desta vez vinda da Apple.

Assim, se utiliza o Group FaceTime, saiba que de momento, este se encontra temporariamente desativado, devido a uma falha grave de segurança.

Ora bem, a falha de segurança encontrada no FaceTime, é a capacidade da pessoa que inicia a chamada poder ouvir o outro lado, mesmo que a outra pessoa não atenda. E isto, acontece tanto no sistema operativo iOS, como no macOS.

Esta falha de segurança acontece, se na chamada forem adicionadas mais pessoas, sem que o destinatário atenda. O que, não só leva o FaceTime a pensar que se trata de uma chamada ativa, como também força o microfone da outra pessoa a transmitir o áudio.

Após esta descoberta, a Apple já tratou de desativar o Group FaceTime do lado do servidor.

Contudo alguns ainda são capazes de reproduzir esta falha de segurança! O que nos leva a entender que a Apple, ainda não corrigiu todos os problemas.

 

Tendo isto em conta, sairá uma atualização para os utilizadores até ao final da semana… Contudo, é recomendado que desative o FaceTime, não só nos equipamentos iOS como nos macOS!

Face a tudo isto, Andrew Cuomo, governador de Nova York, emitiu um alerta sob o bug na segurança do FaceTime:

  • “O bug encontrado no FaceTime é uma violação flagrante à privacidade, que coloca os nova-iorquinos em risco”

FaceTime

Afinal de contas, a falha de segurança parece já existir, pelo menos há 3 meses.

O FaceTime Group, foi lançado a 30 de outubro do ano passodo, juntamente com o iOS 12.1. Já nessa altura, foi encontrado uma grande falha de segurança. Falha esta, que permitia o desbloqueio do seu equipamento.

Como já é de esperar, a Apple já está a trabalhar numa forma rápida de tentar minimizar este problema.

Em suma, parece que cada vez mais os utilizadores se encontram atentos a este tipo de falhas. Resta agora esperar para saber à quanto tempo o bug já existe, quantas pessoas foram afetadas, e quanto tempo levará a ser corrigido.

Fonte