AndroidDistribution․io: descubra a versão Android mais utilizada!

No início deste ano, a Google “matou” uma página onde se podia obter os números de distribuição do Android. De facto era algo muito útil, especialmente para programadores. É que ajudava a decidir para qual versão orientar a aplicação que estavam a criar. Ou pelo menos qual deveria ser o requisito mínimo neste campo. Entretanto, os gráficos que a Google atualizou mensalmente até 2018, também serviam para ajudar a concorrência. De facto, a Apple, durante as conferências usava frequentemente os próprios dados da Google para se beneficiar e mostrar as grandes diferentes que existem ao nível da versão Android mais utilizada. Pode visitar a página aqui.

AndroidDistribution․io: descubra a versão Android mais utilizada!

versão Android

Desde então, a Google retirou os dados de distribuição da Internet. Isto entrou em vigor desde Abril e os programadores são agora aconselhados a utilizarem as estatísticas internas da Play Console para tomarem uma decisão sobre qual versão usar com base em métricas específicas para a sua aplicação.

Ora para ajudar os utilizadores a perceberem o que se passa no mundo Android, o 9to5Google desenvolveu algo chamado AndroidDistribution.io que vai buscar informação ao Android Studio. Outro pormenor interessante é que podemos analisar dados passados e mais concretamente desde 2010.

Agora pode verificar facilmente quando cada versão do Android ganha ou perde popularidade e muito mais.

versão Android

Esta aplicação foi desenvolvida através do Flutter SDK dao Google, graças ao suporte para aplicações Web, que recentemente surgiu na versão beta. Quanto aos próprios gráficos, os dados foram provenientes dos próprios arquivos de distribuição Android do 9to5 Google, bem como de publicações como Droid-Life e Android Police. Foram também tidas em conta informações do “Big Android Chart” de Ron Amadeo.

Os dados de distribuição do Android são muito diversificados e isto é algo fácil de explicar. É que existem muitas variedades de dispositivos Android além dos smartphones. E nem sempre são atualizados com frequência, mas que ainda assim se ligam à Play Store e, portanto, contam para os dados de distribuição.

Fonte

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Netflix lança plano grátis sem publicidade mas não para todos!

A Netflix quer ser forte em todos os mercados. Enquanto nuns é mais fácil dadas as características e a abertura do público a filmes...

Pandemia trouxe oportunidades para empresas de tecnologia!

Caso não saiba, a pandemia COVID-19 representou um desafio para o sistema socioeconómico global. Afinal, depois de passado o temor inicial, começaram (e ainda...

Produção de chips vai ser demasiada em 2023. Queda de preços?

Segundo a IDC, o mercado de semicondutores vai crescer 17.3% durante o ano de 2021! Um número muito superior ao do ano passado, que...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!