Android Q Developer Preview 4 já

Sempre que sai um novo sistema operativo há muitos utilizadores que ficam ansiosos por lhe deitar a mão. O Android Q não é excepção. É exatamente por esse motivo que a nova versão beta tem despertado tanto interesse. Para que as versões de teste cheguem mais depressa aos utilizadores, a Google associou-se a alguns fabricantes como a Essential, Samsung, OnePlus e outras. Primeiro a versão Beta final do Android Q chegou aos smartphones Google Pixel. Mais tarde chegou aos smartphones da Essential e foi aqui que o pior aconteceu.

Android Q beta portou-se mal com smartphones da Essential

Depois da Essential ter lançado rapidamente o Android Q Beta 6 para o Essential, eis que os smartphones começaram a ficar bloqueados. É pena porque de facto esta versão já vem com Navegação por Gestos, APIs e SDKs. Os utilizadores relatam que os dispositivos ficam presos num estado não funcional após a instalação da atualização. Ou seja, uma verdadeira dor de cabeça.

smartphones da Essential

De acordo com um utilizador no Reddit, o smartphone da Essential deixa de iniciar após a instalação da atualização. Entretanto, o suporte da Essential está a solicitar que as pessoas enviem o equipamento para análise. Só assim poderá resolver-se o problema com maior celeridade.

Entretanto, o tópico está cheio de relatos de outros utilizadores.

A Essential que está a par do problema já está a receber e posteriormente a devolver os equipamentos. O que faz é voltar a instalar a versão anterior e já está. Apesar de rápido este processo leva algumas semanas.

O problema parece estar a afetar todos os dispositivos que estão a ser atualizados para a versão Android Q Build 6. Assim aconselhamos a que os utilizadores permaneçam no Android Q Beta 5 até que a Essential retifique o bug.

Lembramos que a atualização do Android Q beta 5 também fez com que alguns dispositivos ficassem no estado QDL. A questão foi gradualmente resolvida com atualizações significativas.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.