(Análise) Sonic 2: Uma sequela de luxo!

Gotta go fast! Foi esta a sensação com que fiquei, na altura em que decidiram anunciar Sonic 2, um pouco mais de um ano após o lançamento do primeiro filme.

Dito isto, apesar de ter ficado apreensivo com ‘Sonic’ original, afinal de contas, os filmes baseados em jogos são quase sempre uma história de terror… O facto de a Paramount ter ouvido os fãs, e de por isso mesmo, ter ajustado o CGI no primeiro filme (graças a deus!), fez com que essas dúvidas fossem desaparecendo, ao longo do tempo de espera até ao lançamento desta sequela.

Pois bem, já tive a oportunidade de ver o filme, e por isso, já tenho algumas coisas para lhe contar! (Sem Spoilers!)

(Análise) Sonic 2: Uma sequela de luxo!

Portanto, verdade seja dita, muitas vezes, o grande problema destes filmes adaptados de jogos de sucesso (como é o exemplo de Resident Evil), passa pela falta de cuidado e atenção ao material original, muitas vezes adaptando mal as personagens e afastando os fãs do franchise.

Pois bem, posso dizer que não foi este o caso com Sonic 2, que arranjou uma ótima forma de prestar fan service (sem ser forçado), e assim adaptar partes da história de Sonic 3 & Knuckles (SEGA 1994), tomando algumas liberdades de uma forma bastante competente.

Muito resumidamente, temos imensas referências a vários elementos de cultura pop por parte de Sonic (que mais uma vez, passa por um simples adolescente convencido), o que obviamente apelar às audiências mais jovens, ao mesmo tempo que a equipa de produção também foi capaz de criar um ótimo contraste com a seriedade de Knuckles e, claro, a ingenuidade de Tails.

O humor, apesar de ser um pouco mais infantil em certas ocasiões, nunca chega a tornar-se irritante. Pois é intercalado com cenas de ação muito bem desenvolvidas, e talvez mais importante que isso, capazes de explorar os poderes individuais de cada personagem.

Entretanto, temos de salientar prestação de Idris Elba, capaz de dar uma nova vida a Knuckles. Um ‘cast’ que faz todo o sentido, visto que o ator assenta que nem uma luva na personagem. Quanto a Tails, que tem acompanhado os jogos do Sonic mais modernos, vai reconhecer instantaneamente a voz de Colleen O’Shaughnessey! Tornando a experiência ainda mais autêntica e fiel ao material original.

Conclusão

Em suma, Sonic 2 é um filme que agrada a miúdos, graúdos, e talvez mais importante que isto, os fãs dos jogos.
Aliás, na minha mais honesta opinião, ver Jim Carrey no papel de Eggman, vale o preço do bilhete por si só.

Recomendado!

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Gonçalo Henriques
Lembro-me de ser miúdo e passar os meus dias a jogar NES/PS1, acho que até aí já sabia que iria ser gamer para o resto da vida. Agora quero partilhar este meu interesse com todos os que estejam interessados em ouvir um geek a falar da sua paixão.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.