Análise Mi Note 10 – Uma máquina fotográfica que serve de telemóvel


Por em

Análise Mi Note 10 – Se por acaso tem estado atento ao mercado de smartphones, sabe que a Xiaomi juntou-se à Samsung para criar um super sensor para fotografia com uns estrondosos 108MP!

Aliás, tudo aponta para que o próximo topo de gama da Gigante Sul Coreana venha equipada com uma versão ainda mais potente deste mesmo sensor. Estamos a falar do Galaxy S11 que deverá ser revelado na MWC 2019. Contudo, até lá, já temos um aparelho bastante interessante com este sensor! De uma fabricante que curiosamente nunca foi nenhum peso pesado da fotografia! Estamos a falar do Xiaomi Mi Note 10 que tanto sucesso tem feito no mercado.

Mi Note 10


Entretanto, caso esteja interessado no smartphone, fique a saber que o nosso parceiro GearBest tem o telemóvel a 398€ (Cupão: GBXMNT10BF). Além disso, também o pode encontrar em solo nacional (sem alfândega) na GlobalData por 494€ ou 543€. (Cupão:GDLEAK20)


Análise Xiaomi Mi Note 10 – Uma máquina fotográfica que serve de telemóvel

Portanto, o Mi Note 10 é no fundo um smartphone que tenta pegar num design extremamente apelativo para o consumidor atual, juntado-lhe um sistema de 5 câmeras liderado pelo tão famoso sensor de 108MP. E meus amigos, o resultado é realmente positivo! A capacidade e flexibilidade deste sistema fotográfico é realmente impressionante, especialmente quando temos em conta o preço do smartphone. Mas vamos por partes…



Análise Mi Note 10 – Design e Ecrã

Xiaomi Mi Note 10

Longe vão os tempos em que a Xiaomi não sabia desenhar um telemóvel de gama média ou topo de gama. Afinal de contas, estamos a falar de uma fabricante que está a crescer perigosamente no mercado, e que em boa verdade, deverá ser a grande preocupação da Samsung e Apple, caso a Huawei não consiga recuperar o mercado Europeu nos próximos meses.

Mas já que estamos a falar da Huawei, tenho de dizer que é muito provável que algum elemento da equipa de design da Xiaomi tenha tido uma paixoneta pelo P30 Pro da rival…

É que basta tirar o smartphone da caixa para ver as semelhanças. Aliás, aposto que se por ventura metesse os smartphones lado a lado com o ecrã desligado, iria ter dificuldade em identificá-los.

Mas esquecendo esta curiosidade, temos de salientar que o aparelho é realmente extremamente bonito! Ao contar com um ecrã OLED curvo de 6.5”, sensor ótico de impressões digitais integrado, acabamentos impecáveis, e uma cor verde que por vezes passa por azul, dependendo da luz.

Quanto à traseira, podemos verificar que o perfil ‘Premium’ se mantém, numas linhas super simples e mais uma vez super baseadas no P30 Pro da rival. Aqui destacam-se as 5 câmeras que são no fundo a característica chave do aparelho.

Análise Mi Note 10 – Desempenho

Antes de mais nada, o Mi Note 10 tem dois grandes defeitos! Primeiramente, o seu peso (graças à bateria de grandes dimensões – 5260 mAh – e 5 módulos fotográficos). E claro, o uso do SoC Qualcomm Snapdragon 730G em vez dos mais rápidos SD 855 ou 855+.

Ao fim ao cabo, tendo em conta o preço do Mi 9T Pro, faria todo o sentido que este smartphone viesse com um SoC mais em linha com tudo o resto que oferece.

Snapdragon

Aliás, é provável que até o processamento das fotos de 108MP ficasse mais rápido… Mas é o que é! (Vai notar sempre um pequeno soluço, após a captura de uma imagem neste modo)

Ainda assim, apesar de ficar desiludido por não poder encontrar SoC Snapdragon 855, o 730G é mais do que o suficiente para qualquer utilizador que apenas queira um smartphone bonito, suficientemente rápido, com boa autonomia, sendo capaz de tirar fotos de arregalar os olhos.

Em suma, vai poder trabalhar, jogar, tirar fotos e tudo o mais neste smartphone. Mas irá sempre ficar com a pulga atrás da orelha, que a Xiaomi cometeu um erro na escolha do SoC.

Análise Note 10 – Autonomia 

O Xiaomi Mi Note 10 conta com uma super bateria de 5260mAh, o que é realmente impressionante, mesmo no mundo dos topo de gama. Para ter noção, o Galaxy Note 10+ tem uma bateria de 4300mAh, enquanto o Mate 30 Pro tem uma bateria de 4500mAh.

E na verdade, apesar de contribuir para o peso massivo do smartphone, dá uma segurança como nunca senti num smartphone. Ainda ontem, quando me deitei, reparei que não tinha o carregador ao pé porque o tinha levado para a sala! Acham que me levantei da cama? Nop! Ainda tinha 55% de bateria, o que me deu segurança suficiente para dormir descansado a saber que ia ter telemóvel à vontade para o dia seguinte.

Ou seja, é fácil conseguir chegar aos dois dias de uso razoável neste smartphone. E caso seja um utilizador intensivo, vai ter com toda a certeza bateria para dar e vender no fim do dia. (Pessoalmente, chego sempre ao fim do dia com 40/50%)

Além de tudo isto, mesmo que fique com pouca bateria, tem ainda suporte a carregamento super rápido de 30W! (Carregador incluido na caixa) Contudo, pode esquecer o carregamento sem fios neste modelo.

Análise Xiaomi Mi Note 10: O desempenho fotográfico

É aqui que a Xiaomi aposta forte e feio com o Mi Note 10, e é aqui que vamos tentar perceber se a coisa sai furada ou é um sucesso! Dito isto, já tenho o smartphone há quase 2 semanas, e como tal, já tive a oportunidade de tirar várias fotos em vários ambientes de iluminação. Mas primeiro…

Especificações das câmeras:
  • 108 MP (7P lens), f/1.7, 25mm (wide), 1/1.33″, 0.8µm, PDAF, Laser AF, OIS
  • 12 MP, f/2.0, 50mm (telephoto), 1/2.55″, 1.4µm, Dual Pixel PDAF, Laser AF, 2x optical zoom
  • 5 MP (upscaled to 8MP), f/2.0, (telephoto), 1.0µm, PDAF, Laser AF, OIS, 5x optical zoom
  • 20 MP, f/2.2, 13mm (ultrawide), 1/2.8″, 1.0µm, Laser AF
  • 2 MP, f/2.4, 1/5″, 1.75µm (câmara dedicada para macros)

Antes de mais nada, é preciso dizer que um sistema mais completo que este é simplesmente impossível de encontrar, especialmente ao preço de 398€ da GearBest. (Cupão:GBXMNT10BF)

Afinal de contas, vai poder contar com uma solução para todas as situações que encontrar no seu dia a dia. Aliás, acho que as fabricantes de câmeras dedicadas como a Canon ou Nikon até tremeram com o lançamento deste smartphone.

Entretanto, é verdade que no modo de 108MP a coisa demora um bocadinho a processador. O que no fundo é totalmente normal, tal é o abuso de píxeis que o bicho tem de processar. Mas uma coisa é certa, o resultado final é realmente arrebatador.

Aliás, no primeiro dia que tive este smartphone na mão, tirei uma foto completamente à sorte na minha sala de estar. E lá está, quando fui fazer zoom na brincadeira, deparei-me com o relógio da sala com um detalhe espetacular. Fotos no móvel a 10 metros de distância completamente legíveis, entre outras coisas. Ora veja:

Até lá, fiquem com estes exemplos de imagens capturadas:
  • Fotos bem iluminadas 108MP
  • Capacidade de Zoom
  • Modo Noite
  • Gravação de concertos em Full HD e 4K

Nota do Redator: É preciso ter em conta que todas as imagens aqui vão ter algum tipo de compressão em cima. Caso contrário, esta página iria ficar mais lenta que um caracol.


Curiosamente, logo no dia a seguir a todos estes desafios, fui ao concerto da orquestra de Hans Zimmer no Altice Arena em Lisboa. Onde realmente consegui tirar algumas fotografias e gravar algumas das músicas.

Xiaomi Mi Note 10 – Análise às cinco câmeras traseiras (Fotos e Vídeo)

Mi Note 10

Primeiramente, vamos às fotografias do sensor de 108MP, utilizando o modo dedicado do smartphones.

Fotos bem iluminadas 108MP:

Posteriormente, temos a prova da flexibilidade do aparelho, com diferentes lentes para qualquer situação. Ora veja:

Zoom (0,6x/1x/2x/5x)

No modo de noite, é notório algum processamento de imagem, tal e qual como nas soluções da Huawei e Samsung.

Modo Noite

Para finalizar, deixo o link para a música final do espectáculo de Hans Zimmer, onde não só fiquei impressionado pela qualidade de imagem, mas também pelo clareza do som.

Concerto em 4K (30FPS)

Link aqui. (Sem estabilizador)

É impressionante! Fiquei completamente boquiaberto com a qualidade de imagem deste vídeo, isto já para não falar da qualidade sonora. Simplesmente incrível para um smartphone de 400/500€.

Xiaomi Mi Note 10 – Conclusão

Em suma, o Note 10 da Xiaomi tem funcionalidades de fazer inveja a qualquer um… Contudo, também tem algumas falhas no seu design. Afinal, o design premium tem o defeito da notch. O sistema de câmeras todo poderoso tem o problema dos ‘soluços’. A super bateria também torna o conjunto grosso e pesado. E finalmente, tem uma carregamento super rápido, mas o carregamento sem fios ficou em casa.

Ainda assim, apesar de todos os ‘defeitos’, na minha opinião… Temos aqui um smartphone brutal, que é agora o meu ‘daily driver’! Algo que muito dificilmente irá mudar até 2020.

Entretanto, caso esteja interessado no smartphone, fique a saber que o nosso parceiro GearBest tem o telemóvel a 398€ (Cupão: GBXMNT10BF). Além disso, também o pode encontrar em solo nacional (sem alfândega) na GlobalData por 494€ ou 543€. (Cupão:GDLEAK20)

Leak Excelente


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Leia também

Ou veja mais notícias de Android, Featured, Reviews

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.