(Análise) KFA2 NVIDIA GeForce RTX 3060 EX

(Análise) KFA2 NVIDIA GeForce RTX 3060 EX – Hoje temos para análise, uma das placas gráficas mais recentes da gigante NVIDIA, a RTX 3060, que como deve saber, foi anunciada na CES 2021, e posteriormente chegou ao mercado com algumas limitações na prática do mining de criptomoedas. Tudo de forma a garantir que as placas chegavam ao mercado, e posteriormente eram compradas apenas e unicamente pelos jogadores.

Originalmente, seria uma placa pensada para a média gama, com um preço a rondar os 350€, e uma performance ao nível das velhinhas RTX 2060 Super. Ou seja, tendo em conta o preço recomendado, seria uma alternativa bastante interessante para os jogadores com budgets mais apertados, especialmente quando temos em conta os 12GB de memória GDDR6, que acaba sempre por oferecer algum ‘future proof’.

Infelizmente, como o mercado está atualmente, a placa encontra-se agora por volta dos 700 ou 800€. Isto quando aparece nas prateleiras das lojas. Contudo, este panorama não significa que não a possamos analisar, e retirar algumas conclusões, não é verdade?

Vamos por partes.



(Análise) KFA2 NVIDIA GeForce RTX 3060 EX

RTX 3060 EX

Introdução

Portanto, como dissemos em cima, esta KFA2 RTX 3060 EX vem tentar preencher o espaço que as RTX 2060 e RTX 2060 Super deveriam deixar vago no mercado. Para isto, a nova placa gráfica da NVIDIA é baseada no GPU Ampere GA106 de 8nm, que traz consigo o poder de 3584 núcleos CUDA e 12GB de memória GDDR6 num bus de 192 bits (360 GB/s). Estamos a falar de um pacote de 170W, o que é um pouco mais alto relativamente à geração passada, mas aceitável tendo em conta a gama.

Em termos de frequências, temos a base de 1320 MHz e um Boost de 1807 MHz no GPU. Já a memória GDDR6 funciona a 1750 MHz (360 GB / s). No entanto, na nossa experiência, esta RTX 3060 tem um potencial de OC muito interessante, com a memória a ser capaz de surpreender.

RTX On vs RTX Off (Alguns exemplos da tecnologia em jogo)

  • Shadow of the Tomb Raider
  • Control
  • Metro Exodus

DLSS: Não é só o RTX que faz a diferença nas ‘Super’

As placas gráficas NVIDIA baseadas na arquitetura Turing trouxeram muita nova tecnologia para cima da mesa. Onde claro está, temos de salientar o Ray-Tracing. No entanto, também temos outra novidade super interessante, a tecnologia DLSS ou Deep Learning Super Sampling, que é igualmente poderosa, mas bem mais difícil de explicar.

Afinal de contas, a tecnologia DLSS serve apenas e só para aumentar a fidelidade gráfica, ao mesmo tempo que aumenta a performance da sua placa… Ou seja, potencialmente é ainda mais importante que o Ray Tracing.

DLSS? Afinal… O que é?

A tecnologia Deep Learning Super Sampling, ou DLSS, usa inteligência artificial e aprendizagem máquina para produzir uma imagem de alta resolução, sem arruinar o poder de processamento do GPU.

Ou seja, os algoritmos da NVIDIA aprendem através de dezenas de milhares de imagens geradas por supercomputadores, para posteriormente o DLSS ser capaz de oferecer imagens tão ou mais bonitas, sem ter que meter a placa gráfica a trabalhar arduamente.

É quase como se o trabalho já estivesse feito, e o DLSS apenas tivesse de o meter a render em jogo.

Exemplo: Control em 4K Extreme com o RTX On, é capaz de chegar aos 57 FPS com o DLSS ligado, enquanto na imagem no lado direito, com o DLSS desligado, o framerate ficas pelos 36. Estamos a falar de uma quase duplicação dos frames, com uma simples funcionalidades inerente a qualquer RTX 2000, incluindo esta RTX 2070 Super da KFA2.

RTX 3060 EX

Design e Cooling

RTX 3060 EX

A placa tem medidas normais para a gama onde se encontra, e apesar de já ter visto modelos de gama média mais robustos, esta placa gráfica da KFA2 tem tudo aquilo que dou valor numa placa gráfica. Afinal, temos uma backplate, temos boa ventilação, e pasme-se, até temos duas ventoinhas de 102mm com iluminação RGB. (Também temos uma parte RGB na parte lateral, com a frase “What’s Your Game?”)

Temos assim uma placa com as proporções de 299 x 139 x 58 mm, capaz de ocupar 2,5 slots.

RTX 3060 EX

Além do RGB, as duas ventoinhas de 102 mm têm funcionalidade super silenciosa, visto que apenas começam a funcionar quando a placa ultrapassa os 52ºC. Entretanto, em termos de refrigeração, a KFA2 fez um bom trabalho, visto que o dissipador até é mais longo que o PCB da placa gráfica.

Dito isto, a parte em contato com a GPU é feita de cobre, isto enquanto os chips de memória e sistema de alimentação são cobertos com almofadas térmicas para otimizar a transferência de calor.

Em suma, para a gama e para o preço ‘normal’, a placa está bem conseguida, sendo baseada em materiais de qualidade. Aliás, até podemos dizer que é uma placa que aposta na simplicidade, com alguns toques mais ‘gamer’. O que não é bom nem mau, depende do gosto do utilizador. Na minha opinião, em vertical mount, fica a matar na minha caixa Corsair 680X.

Conectividade

Em termos de conectividade, temos um único conector de 8 pinos para a alimentação, bem como três saídas DisplayPort 1.4a, e ainda uma saída HDMI 2.1.

O PC de Teste

RTX 3060 EX

  • CPU: Ryzen 3900XT
  • Motherboard: ASRock Taichi X570
  • RAM: 16GB Corsair Dominator 3200MHz
  • SO: Windows 10
  • Fonte: Corsair RMx 850W
  • Drivers: 465.89

Todos os testes serão feitos tendo em conta as resoluções ótimas para esta placa, ou seja 1080p e 1440p.

Performance

Benchmarks Sintéticos

  • 3DMark FireStrike: 20769
  • FireStrike Ultra: 5364
  • TimeSpy: 9546
  • TimeSpy Extreme: 4535
  • 3DMark DirectX Raytracing: 20
  • Unigine Superposition: 5204

Jogos

Red Dead Redemptions 2: 

  • 1080p: 77 fps
  • 1440p: 61 fps

Gears 5

  • 1080p: 97 fps
  • 1440p: 69.3 fps

Assassins Creed Valhala

  • 1080p:  68 fps
  • 1440p: 53 fps

Então e o Ray Tracing e DLSS (1440p)?

Shadow of the Tomb Raider:

  • Ray Tracing: 50 fps
  • Ray Tracing + DLSS: 61 fps

Watch Dogs Legions: 

  • Ray Tracing: 29 fps
  • Ray Tracing + DLSS: 47fps

Em suma, a KFA2 RTX 3060 EX permite aproveitar a resolução 1080p ao máximo, com definições gráficas muito altas, ao mesmo tempo que também é capaz de fazer algumas brincadeiras em 1440p. Especialmente quando temos em consideração a cada vez maior biblioteca de jogos com suporte a RT e DLSS. Assim, é uma placa gráfica que consegue ficar à frente da RTX 2060 de forma muito consistente, chegando muito perto do nível da RX 5700 XT e da RTX 2060 Super.

Entretanto, ao nível da temperatura e ruído, não temos grandes razões de queixa, com a placa a manter-se entre os 34ºC (IDLE) e 62ºC (LOAD). Dando origem a um ruído que apenas chega aos 35db.

Por fim, em termos de OC, pode puxar facilmente pela memória GDDR6, com +800 ou 900 MHz sem grande dificuldade. Na prática, é possível até conseguir mais ou menos 10% de performance só com OC, desde que tenha alguma paciência para andar a mexer no MSI Afterburner.

Conclusão

RTX 3060 EX

Apesar do estado atual do mercado, esta KFA2 RTX 3060 EX é uma excelente placa gráfica, que iria fazer as maravilhas dos jogadores ao seu preço recomendado de pouco mais de 300€. É uma placa capaz de garantir jogabilidade no máximo com bons FPS em 1080p, ao mesmo tempo que também aguenta algumas brincadeiras em 1440p, especialmente quando mete o DLSS à mistura, e faz algum OC.

Em suma, boa sorte a encontrar uma placa desta ao preço recomendado pela fabricante! Porque se conseguir, vai valer a pena.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

RTX 3060 EX

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Conta Google: se receber este aviso pode ficar sem conta!

É muito raro conseguirmos encontrar uma pessoa que não utiliza produtos Google como o Gmail e o Google Fotos, ou que não tem uma...

Enganou-se? Anule agora mesmo um envio no Gmail!

Já aconteceu a todos enviarmos uma mensagem e depois arrependermo-nos. Isto porque dissemos o que não queríamos ou porque no segundo a seguir verificámos...

Windows 11: a versão final já está na Internet e pode descarregar!

A Microsoft anunciou que os Windows Insiders no canal Release Preview já podem deitar a mão ao novo sistema operativo. Isto é realmente importante...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!