Inicio Música, Cinema e TV (Análise) Huawei FreeBuds Pro: Qualidade de som de... Luxo!

(Análise) Huawei FreeBuds Pro: Qualidade de som de… Luxo!

A Huawei tem apostado cada vez mais na sua linha de wearables, conseguindo oferecer aparelhos cada vez mais bonitos, poderosos e por isso, mais apelativos ao consumidor! Especialmente no mundo do áudio.

Ao fim ao cabo, não foi assim há tanto tempo que tivemos a oportunidade de analisar os Freebuds 3 e Freebuds 3i (reviews em baixo). Ambos capazes de impressionar em diferentes temas, devido às óbvias diferenças no design, e consumidor alvo.

Pois bem, está na hora de olharmos para os FreeBuds Pro, que como o nome indica, estão basicamente responsáveis por mostrar ao mundo da música o que a Huawei é capaz de fazer quando aposta tudo o tem num único produto.

Será que é uma aposta ganha? Vamos tentar perceber.



Huawei FreeBuds Pro: Qualidade de som de… Luxo!

freebuds pro:

Portanto, como já deve ter percebido, os earphones da Huawei melhoraram bastante ao longo dos anos. Aliás, os FreeBuds 3 já eram inegavelmente um rival de peso para as referências do mercado de audio sem fios, muito devido ao seu design mais aberto e menos intrusivo. (A fazer lembrar os AirPods da Apple)

Dito isto, estes FreeBuds Pro são basicamente a quinta geração de fones sem fios da Huawei, voltando para o design in-ear, mas trazendo também várias evoluções e upgrades tecnológicos consigo. (Curiosamente, também fazem lembrar os AirPods Pro da Apple… Bem… Em equipa que ganha não se mexe não é verdade?)

Vamos por partes.

Design

freebuds pro:

Antes de mais nada, temos aqui um design bastante diferente em relação à restante oferta da Huawei.

Ainda assim, apesar de serem bastante diferentes de tudo aquilo que a gigante Chinesa oferece, a verdade é que também não é nenhum design inovador como a Samsung tentou com os seus recentes Galaxy Buds Live. O que não é necessariamente uma má notícia, visto que como disse em cima, em equipa que ganha não se mexe. E na verdade, os novos ‘Pro’ da Huawei são realmente bonitos e confortáveis para se usar no dia-a-dia, especialmente na cor preta.

Aliás, posso dizer sem grandes dificuldades que estes FreeBuds Pro são os fones sem fios com design ‘in-ear’ que mais conforto foram capazes de me oferecer, especialmente em longas sessões de música enquanto trabalhava à frente do PC.

A sua ergonomia e baixo peso são mesmo uma grande vantagem, e por si só, uma grande razão para os considerar.

freebuds pro:

Além disto, ao contrário dos FreeBuds 3, como estes meninos são in-ear, e por isso, ficam bem fixos ao ouvido. Utilizei-os no ginásio a levantar pesos, deitado no banco, a correr na passadeira, e ficaram sempre bem presos às orelhas. Ou seja, neste campo não irá ter grandes problemas.

Aliás, em relação à posição e ‘seal’ dos fones, a Huawei até adiciona uma funcionalidade inteligente que basicamente testa a forma como mete os aparelhos nos seus ouvidos. Assim, se por acaso estiverem mal postos, a app irá imediatamente avisar da sua falta de jeito. (E irá também recomendar um tamanho de ponta para o seu caso específico).

freebuds pro:

Performance e Qualidade de Som – Sensores e Inteligência Artificial para tudo e mais alguma coisa!

Como disse em cima, os FreeBuds Pro estão cheios de tecnologia, o que claro está, inclui uma mão cheia de sensores para garantir que tiramos sempre o máximo da performance destes bichos.

freebuds pro:

Dito tudo isto, aqui podemos encontrar duas drivers de 11mm para uma grande melhoria na qualidade do áudio. Algo que comprovamos imediatamente com um som rico, real e um bass que se sente forte e pesado. Aliás, acho que estes ‘Pro’ são os fones sem fios que mais dinamismo e vida dão à música que ouço todos os dias. Especialmente quando é tão fácil conseguir distinguir os instrumentos da faixa vocal em toda e qualquer música.

Além de tudo isto, temos também acesso ao cada vez mais popular e desejado ANC, ou seja, Cancelamento de Ruído Ativo, neste caso capaz de anular até 40db.

Em suma, o ANC destes meninos é realmente de qualidade, muito acima daquilo que os FreeBuds eram capazes de oferecer com o seu design aberto. Aliás, além de eficiente no cancelamento de ruído, temos várias opções na app AI Life da Huawei (Ultra, Geral, Confortável e Dinâmico), para metermos tudo ao nosso gosto. Contudo, se por acaso é preguiçoso como eu, e gosta da papinha feita, os FreeBuds Pro são perfeitamente capazes de aproveitar os sensores e microfones para perceber o nível do ANC que precisa para a sua vida. (Por exemplo, se estiver no metro, o algoritmo vai detetar o barulho extra metendo a definição automaticamente no Ultra)

Entretanto, da mesma maneira que os FreeBuds Pro são capazes de anular o ruído, também são capazes de pegar nos sons que realmente importam no dia-a-dia através do Awareness Mode. Algo que dá imenso jeito quando quer pedir um café e um pastel de nata na pastelaria da esquina e precisa de ouvir a pessoa que o está atender imediatamente à sua frente.

Como se tudo isto não fosse suficiente, ainda temos estabilização de som!

O que por sua vez tenta compensar qualquer vibração durante o uso dos fones, como quando está a correr na rua ou na passadeira do ginásio.

Para terminar a performance, temos de falar da qualidade de som em chamada, que na nossa experiência é simplesmente fantástica. Afinal, do nosso lado o som recebido é brutal, e segundo o feedback das pessoas que falaram comigo por telefone durante o período de teste, o som que os FreeBuds capturam está seguramente acima daquilo que normalmente os smartphones são capazes de oferecer.

(Afinal de contas, a Huawei utiliza várias tecnologias para conseguir apanhar de forma eficiente o som que sai da boca do utilizador. Isto ao mesmo tempo que tenta anular todos os ruídos extra como o vento ou carros a passar na estrada ao seu lado.)

Gestos e Controlo

Isto é algo que irá depender muito do gosto de cada um, sendo algo que no início me irritou um pouco, mas que agora já não me incomoda e que até acho alguma piada. É que agora em vez de toques, temos uma espécie de sistema que depende de ‘apertões’.

Ou seja, em vez de dar um toque ou dois toques para pausar ou mudar de música, tem de apertar uma ou duas vezes. Não precisa de ser um engenheiro da NASA para perceber como tudo isto funciona, mas depois de tantos fones baseados em toques, foi inegavelmente algo estranho, mas não necessariamente mau. (Por exemplo, o deslizar para aumentar ou diminuir o som é estranho nas primeiras vezes, mas simplesmente brutal depois de ganharmos prática)

Autonomia

Segundo a Huawei, temos aqui mais ou menos 30 horas de bateria no total, e pela nossa experiência… Isto está correto. No entanto, é óbvio que tudo isto irá depender do volume que usa no seu dia-a-dia, e claro, uso do ANC.

Na minha experiência, 6 horas de uso sem utilizar a caixa não é muito difícil de alcançar! E meus amigos, eu ouço a minha música alta, muito alta mesmo.

Além disto, o carregamento é mesmo super rápido, demorando mais ou menos 20 minutos dos 0 aos 100%. Mas ainda melhor que isto é mesmo o suporte ao carregamento sem fios Qi, algo que os FreeBuds 3 já tinham introduzido no passado.

Conclusão

freebuds pro:

Na minha mais honesta opinião, estes FreeBuds Pro são os primeiros earbuds sem fios capazes de retirar os WF-1000XM3 da Sony do seu poleiro. Não têm qualquer ponto negativo de relevo, a não ser os controlos estranhos quando os começamos a utilizar.

Dito isto, apesar de não serem baratos, estão em linha com a restante gama alta de fones sem fios do mercado. Por isso, se por ventura quer o melhor do melhor, e tem algum dinheiro para gastar, é difícil não recomendar esta aposta da Huawei.,


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo. Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia também

Uber oferece proposta milionária pela Freenow! Será medo?

Quando aqui falamos que a pandemia de COVID-19 afetou mesmo todos os setores económicos, não estamos de maneira nenhuma a brincar. Afinal de contas,...

Halo 5 completamente à borla? Saiba como obtê-lo!

Se por acaso é daquele tipo de jogadores que sempre gostou mais das consolas da Microsoft e como tal, possui neste momento uma Xbox...

Filme “It” é ou não baseado em fatos reais? Sim e não!

Desde que foi lançado em todo o mundo, "It" tem sido considerado por muitos um dos melhores e mais assustadores filmes de terror de...

Volte-face! A RTX 3080 fica atrás da nova RX 6800 em tudo!

Como noticiámos há alguns dias, as novas placas da AMD já andam por aí há algum tempo, no entanto, foram enviadas com drivers 'especiais'...

Como é que um serviço de IPTV Pirata arranja o sinal de TV?

Se por acaso é fã mundo do IPTV, mais concretamente do IPTV Pirata, é provável que já saiba um pouco de como tudo isto...