AMD Ryzen 9000: São oficiais, são rápidos e chegam em Julho!

A AMD anunciou finalmente os seus processadores para computadores Desktop Ryzen 9000 baseados na arquitetura “Zen 5”, que à semelhança dos “velhos” Ryzen 7000 chegam ao mercado um máximo de 16 núcleos físicos, porém com enormes ganhos de IPC em relação à anterior arquitetura Zen 4.

AMD Ryzen 9000: São oficiais, são rápidos e chegam em Julho!

Portanto, a família AMD Ryzen 9000, com o nome de código Granite Ridge, baseia-se na mais recente arquitetura Zen 5 e destina-se a PCs para jogos de elevado desempenho. É uma nova geração que apesar de todas as melhorias, é suportada pela plataforma AM5 já existente.

O que muda na arquitetura Zen 5 ?

  • Precisão e latência de previsão de ramificação melhoradas
  • Maior rendimento com pipelines e vectores mais amplos
  • Mais paralelismo

De forma mais concreta, em vários aspetos, a arquitetura Zen 5 oferece um aumento de performance até 2x, como é o exemplo da largura de banda para instruções front-end, largura de banda para dados (L2 para L1 e L1 para FP) e também na performance AI. Entretanto, vale a pena salientar que os núcleos Zen 5 são baseados na tecnologia de produção de 4nm da TSMC, enquanto o I/O é baseado no mais barato processo de 6nm. A AMD continua a construir os seus processadores através da junção de várias partes diferentes.

Tudo isto resultou num aumento muito significativo do IPC, que subiu em média cerca de 16%. Porém, em certos casos, estes números podem chegar aos 35%. Vale também a pena salientar que os processadores Ryzen 9000 são agora muito mais amigos de memória RAM rápida.

Que processadores vão ser lançados?

Quanto à gama, a família AMD Ryzen 9000 “Granite Ridge” é composta por quatro SKUs, pelo menos para começar. Estes incluem o Ryzen 9 9950X, Ryzen 9 9900X, Ryzen 7 9700X e o Ryzen 5 9600X.

Ou seja, a AMD segue a mesma tendência da gama anterior, e segundo rumores, o preço também deve ficar pela mesma linha.

O CPU AMD Ryzen 9 9950X é a oferta principal da gama com dois CCD. O CPU oferece 16 núcleos, 32 threads e um clock máximo de até 5,7 GHz. Ele vem com 80 MB de cache (64 MB L3 + 16 MB L2) e tem um TDP de 170W.

De seguida, temos o AMD Ryzen 9 9900X com 12 núcleos e 24 threads. Este chip tem um boost clock de até 5,6 GHz e uma cache de 76 MB.

Entretanto, para os utilizadores mais comuns, a AMD tem o Ryzen 7 9700X que é um CPU de 8 núcleos com 16 threads, um boost clock de até 5,5 GHz, 40 MB de cache (1 CCD com 32 MB L3 + 8 MB L2).

Por fim, o CPU AMD Ryzen 5 9600X possui 6 núcleos e 12 threads. Este chip tem um clock máximo de até 5,40 GHz e possui 38 MB de cache.

Assim, apenas os CPUs AMD Ryzen 7 e Ryzen 5 apresentam um aumento de clock em relação ao seu antecessor, enquanto os chips Ryzen 9 mantêm as mesmas velocidades de clock.

Antes de mais nada, o que pensa sobre a aposta da AMD? É o suficiente?

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados