7nm

A TSMC está a ter alguns problemas no seu processo de produção de 7nm, o que está a criar algumas dificuldades para parceiros muito importantes como é a AMD, a NVIDIA, a Huawei e até a Qualcomm.



No entanto, parece que a empresa não quer correr o risco de perder o comboio! Por isso, vai meter 4 mil milhões de dólares de parte, para aumentar o nível de produção das suas linhas! Ora leia o que o CFO da TSMC disse:

“Tendo em conta a chegada do 5G e aposta das redes no próximo ano, a procura para os nossos processos de 7nm e 5nm aumentou significativamente nos últimos meses. Devido a isso, decidimos aumentar o nosso CapEx de 2019 em 4 mil milhões de dólares para tentar responder à procura.

Estamos agora à espera que o nosso CapEx de 2019 fique entre os 14 mil milhões e os 15 mil milhões de dólares. Deste aumento, 1.5 mil milhões irá para o processo de 7nm, enquanto 2.5 mil milhões irão para o processo de 5nm.”

A TSMC continuava um pouco de pé atrás com a aposta nos 5nm, mas parece que estratégia mudou!

7nm

Portanto, depois do sucesso do processo de 7nm, a TSMC resolveu apostar ainda mais no processo de 5nm que já se encontra em fase de testes. Tudo graças às expetativas em torno das redes 5G, que pelos vistos vai ter uma fase de implementação super agressiva em 2020.

Assim, o CapEx de 2020 deverá ser muito similar ao de 2019, com cerca de ~15 mil milhões de dólares.

Conclusão

Em suma, a TSMC vai investir 1,5 mil milhões de dólares no imediato para aumentar a produção do processo de 7nm. Enquanto mete mais 2.5 mil milhões em cima da mesa para equipar as suas fábricas para o novo processo de 5nm.

Os processos de 7nm+, 6nm e 5nm vão utilizar EUV em toda a linha. Por isso, é provável que a maioria dos gastos da empresa caem nas mãos da ASML. Aliás, segundo o relatório de contas da empresa, as suas vendas de equipamento EUV nunca foram tão altas.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.