Vale a pena trocar a Xiaomi Mi Band 4 pela Xiaomi Mi Band 5?

A Xiaomi apresentou recentemente ao mundo a nova Xiaomi Mi Band 5. Chega com a difícil responsabilidade de substituir a famosa Mi Band 4 e para tal aposta em várias novidades para conquistar os consumidores. Se por algum motivo comprou a Mi Band 4 será que vale a pena o upgrade para a Mi Band 5? É a isto que vamos responder já a seguir.

Xiaomi Mi Band 5 vs Mi Band 4: vale a pena trocar?

Mi Band 5 4

A diferença mais visível entre a Mi Band 5 e a Mi Band 4 é o tamanho do ecrã. Para mim, sinceramente parece bastante mais atrativo. A nova smartband chega com um ecrã AMOLED de 1,1 polegadas, ou seja, maior em relação ao painel AMOLED de 0,95 polegadas da Band 4. Entretanto, o número de modos de exercício também foi atualizado. Na Xiaomi Mi Band 4 tinhamos apenas 6. Na Mi Band 5 temos 11. Dito isto, foram adicionados cinco novos modos indoor. Isto inclui acompanhamento de exercício com máquina de remo, máquina elíptica, saltar à corda, ioga, e ciclismo indoor / spinning. Isto combinado com os seis modos de exercício já disponíveis, como natação, caminhada, ciclismo, etc.

Mi Band 5 4

A Mi Band 5 também vem com mais de 100 conjuntos de temas. No modelo anterior estavam presentes 77 conjuntos igualmente impressionantes.

Outra diferença entre as duas é a forma como se carregam.

No último modelo tudo está muito melhor. É que temos agora um novo sistema de carregamento magnético. Ou seja, tudo é muito mais simples e sem necessidade de remover o dispositivo da bracelete. Este dispositivo é à prova de água até 50 metros, assim como o modelo anterior. Realmente isto é bem melhor do que termos de estar a tirar a smartband da bracelete.

Mi Band 5 4

Outro pormenor importante é que a Mi Band 5 vem com um novo sensor muito avançado para medir com eficácia a frequência cardíaca 24×7. A Xiaomi afirma que o novo dispositivo aumenta a precisão do acompanhamento dos batimentos cardíacos em até 50%. O acompanhamento do sono também teve direito a uma atualização e a sua precisão aumentou 40%. Também pode mostrar quantas horas de sono REM teve todas as noites, além de sono leve e profundo. As maravilhas que faz um novo sensor.

A Xiaomi Mi Band 5, pela primeira vez, também calcula a Personal Activity Intelligence (PAI). O PAI é calculado através da sua frequência cardíaca e revela se nos estamos a mexer bem ou não. Neste período em que existe uma tentativa de regresso à vida normal é sem dúvida uma excelente funcionalidade.

Uma pontuação no PAI de 100 ou mais numa semana indica que temos um estilo de vida ativo.

Mi Band 5 4

Entretanto olhando para outros pormenores, ambas partilham a mesma resistência à água de ATM5, o que significa que podem ser mantidas debaixo de água até uma profundidade de 50m.

Agora a grande questão. Vale a pena comprar a Xiaomi Mi Band 5, especialmente se comprou a 4? A resposta é depende. Claro que pelo preço eu diria sempre que vale a pena. Ainda assim se é mais cauteloso quanto a gastos verifique se vai beneficiar de algum dos novos modos desportivos. Se a resposta for não e até utiliza mais a smartband da Xiaomi para as notificações e afins então não necessita de fazer o upgrade.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

1 COMENTÁRIO

Leia também

pub