Xiaomi vai lançar os seus próprios Animojis no Xiaomi Mi 8


Por em

No dia 31 de maio, a Xiaomi vai apresentar ao mundo o seu novo smartphone topo de gama – Mi 8, juntamente com muitos outros produtos, incluindo a Mi Band 3. Hoje, a empresa com sede na China publicou uma mensagem na plataforma de microblog Weibo afirmando Aviso urgente: Uma grande onda de “fofura” está a chegar.

No pequeno vídeo de pré-visualização que acompanha o post é revelada a forma 3D do avatar de desenhos animados com expressões faciais para parecer mais engraçado. Aparentemente, esta funcionalidade ser parece semelhante à dos Animojis, da Apple, que foram lançados juntamente com o iPhone X e são baseado no Face ID.

Animojis no Xiaomi Mi 8

O Xiaomi Mi 8 vem supostamente equipado com um módulo 3D de luz estruturada que dá vida à funcionalidade de reconhecimento facial em 3D no smartphone. Existem rumores que este módulo inclui a câmara para selfies, sensor de proximidade, sensor de ambiente, lente infravermelha e projetor de pontos, permitindo que os utilizadores desbloqueiem o smartphone com o rosto em 3D.

Espera-se que o módulo funcione muito bem mesmo em condições de pouca luz. Assim, especula-se que o Mi 8 poderá ser o primeiro smartphone Android a vir com esta funcionalidade de reconhecimento facial 3D. Um poster lançado recentemente também sugere a presença de um leitor de impressão digital integrado no ecrã.

As informações mais recentes afirmam que o Mi 8 virá com ecrã de 6.01 polegadas e um chipset Snapdragon 845. Lembramos que os rumores anteriores davam conta que teria um ecrã Full HD+ e uma proporção de 18:9. Segundo o XDA Developers, que analisou os ficheiros de firmware do Mi 7 Plus (e que eventualmente se deve tratar do Mi 8), o smartphone terá um painel OLED com Always On.

Ao nível do processador vamos contar com um Snapdragon 845. O Qualcomm Snapdragon 845 possui uma nova arquitetura de processador Kryo 385 e uma placa gráfica Adreno 630 atualizada. No entanto as diferenças não ficam por aqui uma vez que se destaca ainda a inclusão da inteligência artificial. Este equipamento deverá integrar 6 ou 8GB de memória e 64 ou 128GB de capacidade de armazenamento.

Os ficheiros de firmware também deixam adivinhar uma configuração de câmara dupla na parte traseira. Assim já pode capturar imagens com efeito bokeh. A câmara deverá disponibilizar uma captura de imagem melhorada por inteligência artificial que tem a capacidade de reconhecer cenas diferentes e ajustar  automaticamente as configurações.

Ao que tudo indica a nova coqueluche da Xiaomi terá um leitor de impressões digitais no ecrã. De facto, Lei Jun, o fundador da Xiaomi, confirmou no Weibo a inclusão de um destes sensores. Mais do que isso, esta confirmação garante praticamente a presença de um ecrã OLED. É que os atuais leitores biométricos integrados no ecrã necessitam de um painel OLED.

No entanto, este leitor pode não ser a única forma de desbloquear o dispositivo. Uma notícia avançada pelo DigiTimes refere que o Mi 7 será o primeiro smartphone Android a vir com a funcionalidade de reconhecimento facial em 3D, muito parecido com o encontrado no iPhone X.

Uma imagem disponibilizada na rede social Weibo (abaixo) sugere o mesmo. Supostamente mostrando uma câmera com infravermelhos juntamente com outros componentes necessários para o reconhecimento facial em 3D.

Ao nível de preços uma imagem que surgiu no Weibo refere que o Mi 8 vai estar disponível nas variantes de 6 GB RAM + 64 GB ROM e 8 GB RAM + 128 GB ROM por um preço de 370 e 420 Euros, respetivamente.

Leia também

Ou veja mais notícias de Android

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Etiquetas
Anterior

O que vai acontecer à ‘Notch’ nos telemóveis do futuro?

Xiaomi Redmi 6 na TENAA: Conheça as especificações e o design

Seguinte