Um jogo a 24 FPS é o fim do mundo! Mas num filme já não há problema?

Um jogo a 24 FPS é o fim do mundo! Mas num filme já não há problema? – Alguma vez notou que quando algum estúdio anuncia que o seu jogo irá correr a 30FPS, que rapidamente levam a conversa para o efeito cinematográfico? Pois… Tudo isto tem um propósito! É que caso não saiba, a grande maioria dos filmes são exibidos nas salas de cinema a 23,97FPS (~24FPS). Um framerate que provavelmente lhe causaria um ataque de raiva de grandes dimensões se estivesse a jogar CS:GO; CoD: MW ou League of Legends. Provavelmente até iria tentar perceber se tinha algum problema nas drivers, ou se algum componente estava a dar o ‘berro’. Tudo isto, porque ao fim ao cabo, é um framerate demasiado baixo.

Aliás, consegue imaginar utilizar o seu smartphone no dia a dia, com um ecrã a mostrar menos de 60FPS? Hoje em dia, qualquer topo de gama já traz ecrãs de 90Hz ou 120Hz, para aumentar a fluidez. Algo que irá rapidamente notar, se meter um aparelho de 60Hz ao lado de outro de 120Hz.

Mas se conseguimos notar tudo isto, porque razão é que não nos importamos pagar um bilhete para ver um filme a 24FPS?

Primeiramente, temos de perceber o porquê deste standard existir!

Cinema 120FPS

É que tudo começou numa altura em que as gravações eram mesmo feitas em películas fotográficas, ou seja, a ideia era passar 24 imagens num só segundo. E meus amigos, são apenas 24, porque era um processo extremamente caro.

Ou seja, foi necessário arranjar um meio termo em que a imagem parecesse fluída, ao mesmo tempo que se poupava dinheiro no material de filmagem. Este ponto ficou definido em 15~18FPS para filmes mudos e 22~24FPS para filmes com som.

Mas porquê 24 FPS? Bem, é um número porreiro para edição. Porque é um número par que pode ser dividido de várias maneiras, algo que ajuda bastante nas salas de edição. Ok… Mas isto não explica o porquê de parecer mais fluído nas salas de cinema! 24FPS é realmente muito pouco.

Curiosamente, é tudo graças a uma ‘falha’ das câmeras, o Motion Blur! (Mas também graças à maneira como os nossos olhos funcionam)

Muito resumidamente, mesmo com um framerate baixo, devido à maneira como as câmeras funcionam e nós vemos o que está a passar na tela, é possível fazer parecer que a acção está a ser fluída. Basicamente, é por isso que framerates baixos parecem fluídos com uma câmera, mas parece uma apresentação de powerpoint durante um jogo com a opção Motion Blur desligada.

Tudo isto porque os nossos olhos se fixam na movimentação rápida de objetos, o que por sua vez nos permite uma experiência de visualização mais agradável. Por exemplo, os 120Hz ou 144Hz são super importantes em jogos FPS, porque conseguimos reter mais informação, num momento em que estamos atentos a tudo o que se passa à nossa volta.

No entanto, é provável que irrite um bocadinho em jogos mais focados na história. É por isto, que dependendo do estilo de jogo, alguns estúdios esquecem o framerate alto (apostam nos 30FPS) para tentar meter mais e mais detalhes nos gráficos. Porque ao fim ao cabo, a jogabilidade não irá sofrer grande coisa com esta queda nos FPS, em comparação a um jogo de corridas, FPS, ou MOBA.


Um jogo a 24 FPS é o fim do mundo! Mas num filme já não há problema? – Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

 

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

(Análise) Corsair M65 RGB Elite: Diferente do resto!

Já perdi a conta ao número de ratos gaming que me passaram pelas mãos, que na verdade, são todos farinha do mesmo caso... É...

Google Fotos: a novidade mais esperada desapareceu sem data!

Em 2019 na conferência da Google conhecemos uma novidade que ia chegar ao Google Fotos. Esta novidade chamava-se Colorize e utilizava a IA para...

Não quer instalar o iOS 15? Veja como continuar a ter updates!

O iOS 15 chegou e veio cheio de funcionalidades. De facto, há muitas e boas razões para mudar! No entanto, há muitas pessoas que...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!