Steam Deck usa SSDs ‘normais’! Ou seja, vai ser possível trocar

A Valve anunciou a sua primeira consola portátil no início da semana. Estamos a falar da Steam Deck, uma consola com o grande objetivo de roubar o trono à Nintendo Switch, ao trazer para cima da mesa níveis de performance dignos de uma consola de nova geração ou PC.

Steam Deck usa SSDs ‘normais’! Ou seja, vai ser possível trocar

Steam Deck ssds

Portanto, a Steam Deck é uma consola que tem como base o Sistema Operativo Steam OS, mas que claro, também funciona como um PC normal! Sendo assim possível instalar o tradicional Windows, e posteriormente toda e qualquer plataforma de videojogos. (Até podemos instalar emuladores nesta consola!)

Ou seja, esta ‘consola’ é muito mais um PC do que aquilo que poderá estar à espera. Afinal, até o SSD incluído na Steam Deck pode ser removido e substituído por um outro compatível. Afinal de contas, não é um SSD proprietário como na Xbox Series X, é um simples SSD m.2 2230, que pode ser comprado em qualquer loja de informática.

Obviamente que não pode meter qualquer SSD na consola, visto que o próprio Gaben Newel disse publicamente que apesar de ser uma interface M.2, o sistema não foi criado para que a troca de SSD seja ‘normal’. Mas é possível, os utilizadores apenas devem ter cuidado, e por isso não devem trocar de SSD de forma cega. Isto porque o SSD que vem com a consola já vem preparado para o que der e vier, e como deve saber, o que não falta são versões diferentes de SSDs com a mesma exata capacidade.

A Steam Deck vai ser um sucesso? Ainda é cedo para saber!

O alvo principal da Valve é obviamente a Switch, a consola portátil mais popular do mercado. Uma consola que tem como grande limitação a sua performance no dia-a-dia, visto que está quase sempre bloqueada a 30fps, conseguindo chegar aos 60fps apenas em alguns títulos, apenas quando em modo doca. Além disto, é uma consola que também se foca muito no mundo da própria Nintendo, sofrendo um pouco de falta de suporte por aprte dos estúdios third-party.

Assim, a Steam Deck tem a grande missão de oferecer jogabilidade a 60fps, em todos, ou pelo menos quase todos os jogos disponíveis na plataforma Steam. Ou seja, uma consola, que poderá ter acesso à totalidade da sua biblioteca de jogos, ao fazer um simples log-in.

É ainda muito cedo para dizer se vai ter sucesso ou não, especialmente se tivermos em conta a ‘falta de jeito’ que a Valve tem demonstrado no mundo do hardware. Mas uma coisa começa a ser mais do que aparente… Este aparelho é o que mais perto está da experiência PC Gaming, completamente fora de portas.

Entretanto, a consola vai chegar em três versões (64GB, 256GB e 512GB), com preços entre os 400 e 650 euros.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Audi Q4 e-Tron: Um 100% elétrico cheio de confiança

Q4 e-Tron: A Audi tem sido uma das fabricantes que mais tem apostado no segmento dos carros eletrificados, especialmente nos 100% elétricos, algo que...

Jogador do Benfica é um dos melhores em FIFA 22! Mas quem?

O FIFA 22 está quase a ser lançado no mercado! Assim, depois de ter revelado o Overall dos vários jogadores do novo capítulo do...

Ator da Netflix passou-se com os fãs! “Mal educados!”

Tendo em conta que a Netflix é um verdadeiro mar de projetos de grande sucesso acaba por ter muita atenção por parte de vários...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!