Snapdragon 875: Prefere o quê? Performance ou Bateria?

Ainda se lembra dos tempos dos velhinhos Nokia em que a bateria durava uma semana ou mais? Pois bem, os tempos mudaram muito com a chegada dos smartphones! Ao fim ao cabo, um smartphone que aguente um dia inteiro de uso mediano ou intensivo é logo tido com o rei da autonomia.

Contudo, isto não significa que a indústria não esteja a tentar arranjar uma solução para o problema!

É por isso que os ecrãs OLED ganharam uma enorme popularidade, e é também por isso que cada vez mais vemos smartphones com baterias à volta dos 4500mAh ou 5000mAh. E claro, é também por isto que as fabricantes de componentes apostam cada vez mais na miniaturização! Ao fim ao cabo, à medida que vamos descendo a escada dos nanómetros, é possível aumentar o desempenho ao mesmo tempo que também vemos grandes ganhos na eficiência energética.

Mas será que é preciso tanta performance nesta altura do campeonato? Será que não faz mais sentido apostar na autonomia?



O novo Qualcomm Snapdragon 875 vai ser rápido! Mas o foco é a eficiência!

performance ou bateria

Portanto, com o fim do ano a aproximar-se, temos cada vez mais leaks acerca da performance que a nova oferta da Qualcomm irá trazer para a gama mais alta do mercado de smartphones. Afinal de contas, a empresa vai ter um evento já no dia 1 de Dezembro, e claro, o Galaxy S21 (ou S30) vai obviamente ser baseado neste mesmo processador. (A versão Europeia já sabem que vai ter um SoC Exynos…)

Dito isto, apesar dos entusiastas estarem à espera de um grande boost na performance, ao que tudo indica, o grande foco da Qualcomm é mesmo a eficiência energética de forma a melhorar a autonomia dos topos de gama de 2021.

Mas calma! Isto não quer dizer que não existe um ganho de performance significativo! Ao fim ao cabo, o Snapdragon 875 já sorriu na Internet com alguns benchmarks, ao oferecer um aumento de performance à volta dos 40% em relação ao Snapdragon 865 Plus, com a frequência ‘standard’.

No entanto, curiosamente, pode acontecer que a Qualcomm permita às parceiras escolher se querem performance ou pura eficiência. Ao fim ao cabo, estamos a chegar a um ponto em que ter mais velocidade não irá resultar em grandes diferenças na performance do aparelho propriamente dito no dia-a-dia. Ou seja, pela primeira vez, podemos ter smartphones equipados com o mesmo SoC, a oferecem níveis de performance completamente díspares.

Mas lá está… Prefere mais performance ou mais bateria? Sente falta de performance no seu smartphone atual?


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Leia também

pub