As redes 5G estão mais rápidas! Veja as diferenças na velocidade

Se quiser saber o estado atual das redes 5G em todo o mundo, a empresa de inteligência de conetividade Ookla divulgou novas informações interessantes. No seu último relatório “State of Worldwide Connectivity” diz que houve um aumento de 20% na velocidade média global de download 5G. Isto no terceiro trimestre de 2023. De uma forma geral as redes 5G estão mesmo mais rápidas!

As redes 5G estão mais rápidas! Veja as diferenças na velocidade

A empresa registrou uma velocidade média global de download 5G de 203.04 Mbps. Tudo no terceiro trimestre de 2023. Também viu um aumento substancial em comparação com os 168.27 Mbps no terceiro trimestre de 2022. No entanto em alguns casos os valores são ainda muito mais simpáticos. Dito isto, passaram dos 525.54 Mbps (Q3 2022) para os 573.12 Mbps (Q3 2023).

No entanto, desta vez, o primeiro lugar mudou da Coreia do Sul para os Emirados Árabes Unidos (Emirados Árabes Unidos). Entretanto Malásia, Índia e República Dominicana também tiveram direito a “avanços significativos”, observou a empresa. A lista dos 10 primeiros também inclui Malásia, Qatar, Brasil, República Dominicana, Kuwait, Macau, Cingapura e Índia.

O atual líder Emirados Árabes Unidos testemunhou um aumento de 14% na sua velocidade média de download 5G. Os números saltaram de 511,68 Mbps no terceiro trimestre de 2022 para 592,01 Mbps no terceiro trimestre de 2023. Enquanto isso, o detentor do segundo lugar, a Coreia do Sul, atingiu 507.59 Mbps em velocidades médias de download 5G no terceiro trimestre.

A Ookla diz que um dos principais contribuintes para o sucesso dos Emirados Árabes Unidos é a “competição de mercado impulsionada pela Etisalat e du”, que resultou numa melhor cobertura 5G em todo o país. Esta competição crescente foi uma das razões pelas quais os Emirados Árabes Unidos também conquistaram o primeiro lugar no segundo trimestre de 2023, com a velocidade média de download atingindo 557.63 Mbps.

A empresa refere que metade dos 10 principais países em 2022 eram do Oriente Médio e, agora, a região da Ásia-Pacífico representa a mesma proporção. Embora o 5G seja capaz de fornecer taxas de dados de pico de até 20 Gbps, as suas “velocidades no mundo real ainda não atingiram os níveis de Gigabit. Principalmente por causa da economia da rede”.

“Por exemplo, download simétrico, velocidades de upload e latência ultrabaixa não foram realizados, em parte porque a grande maioria das redes 5G não são ‘5G verdadeiras’, pois foram implantadas no modo Não-Standalone (NSA), o que significa que dependem de um núcleo de rede 4G LTE “, disse a Ookla.

Ligações fixas

Por outro lado, a velocidade média de upload 5G teve um aumento mínimo de 1% quando comparada com os dados do ano passado. O relatório também fala sobre ganhos de desempenho em ligações fixas com fio em todo o mundo. As ligações de banda larga fixa, embora de menor magnitude em comparação com o 5G, tiveram um salto semelhante.

Com um aumento de 19%, as redes fixas atingiram uma velocidade média global de 83,95 Mbps no terceiro trimestre de 2023, acima dos 70,30 Mbps no terceiro trimestre de 2022. Os Emirados Árabes Unidos também estão a assumir a liderança neste campo com uma velocidade média de download de 247.63 Mbps. A Ookla disse que, apesar dos desenvolvimentos nas tecnologias de banda larga subjacentes, o WiFi geralmente atua como um gargalo que reduz a experiência do cliente.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.