Qualcomm fez uma gigantesca aposta nos smartwatches!

Infelizmente, durante muitos anos, tivemos um ecossistema de relógios inteligentes extremamente fraco, no lado Android, muito graças ao completo desinteresse da Qualcomm neste mercado. Estamos a falar nos tempos do Snapdragon Wear 2100 e 3100, que apesar de sempre terem sido extremamente fracos, e pouco eficientes, tiveram ciclos de vida extremamente longos dentro do ecossistema.

Mas, com um grande crescimento no mundo dos smartwatches nos últimos anos, curiosamente patrocinado pela Huawei e Xiaomi, que por sua vez foram capazes de pensar fora da caixa, ao apostar em relógios mais simples, mas também mais amigos da carteira, como são os exemplos do Huawei Watch GT, ou Xiaomi Amazfit GTS/GTR, eis que o ecossistema começou a mudar, começou a evoluir, o que claro está, fez acordar a Qualcomm.

- Publicidade -

Ou melhor, de formos um pouco mais honestos com a coisa, agora existe dinheiro a ser feito, por isso, a gigante Qualcomm decidiu mudar a sua estratégia, ao investir em SoCs realmente interessantes para o mundo dos Wearables.

Uma decisão que possivelmente até já peca por tardia, tal tem sido o distanciamento de algumas marcas, como é o caso da próprio Google, que viu num SoC Samsung Exynos, a resposta para o seu primeiro Pixel Watch.

Vamos por partes?

Qualcomm fez uma gigantesca aposta nos smartwatches!

Portanto, a Qualcomm anunciou hoje os seus novos processadores para wearables, de seu nome Snapdragon W5+ Gen 1 e Snapdragon W5 Gen1. No caso do modelo ‘Plus’, estamos a falar de um SoC mobile 2 vezes mais poderoso face ao ‘velhinho’ Wear 4100+, ao mesmo tempo que também é 50% mais eficiente. Além de tudo isto, no campo das funcionalidades, temos também o dobro do suporte.

Além de mais poderoso, mais eficiente, e mais capaz, estes SoCs são também 30% mais pequenos!

Entretanto, segundo a Qualcomm, a Mobvoi e Oppo já estão a trabalhar nos seus primeiros relógios inteligentes baseados nestes processadores. Com mais de 25 designs à espera de ver a luz do dia, com outras fabricantes à mistura. Contudo, não fazemos ideia se vamos ter algum anúncio já em 2022.

Será que vai ser a partir daqui, que vamos ver o primeiro grande relógio Android rival ao Apple Watch?

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Entusiasmado com o futuro dos wearables pensados para o mundo Android? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.