Produção em massa do modem do iPhone 5G começa em 2020

A guerra da Apple com a Qualcomm fez com que o gigante da maça trocasse de fornecedor de modems. Assim, será a Intel a disponibilizar o próximo modem 5G para o iPhone. O problema é que este componente só estará disponível no próximo ano. Assim, o nascimento do iPhone 5G só ocorre em 2020.

Segundo o site Digitimes, a Intel vai começar a trabalhar neste projeto já no próximo trimestre. Tem mesmo de estar pronto a tempo do lançamento do iPhone 5G. 

do iPhone 5G

Assim que a Intel começar a produzir em massa o modem 5G em 2020, ele vai competir com o recém-lançado Snapdragon X55 5G da Qualcomm, o sucessor do modem Snapdragon X50 5G. Este último será utilizado na maioria dos smartphones Android 5G este ano. Para além disso vai competir também com o modem 5G desenvolvido pela MediaTek.

Como já referimos algumas vezes na Leak, a Apple atualmente tem um relacionamento complicado com a Qualcomm.

Nos últimos meses, as duas empresas enfrentaram-se nos tribunais em questões que vão desde a violação de patentes até pagamentos de royalties.

De 2011 a 2015, a Qualcomm foi a fornecedora exclusiva de modems para o iPhone. Isto mudou em 2016, quando a Qualcomm e a Intel foram responsáveis ​​pelos modems usados ​​no iPhone. Isto continuou em 2017. No ano passado a Apple comprou todos os chips Intel usados ​​nos modelos de iPhone.

A Apple deve estar entre os últimos grandes fabricantes a produzir um smartphone 5G. A Samsung já revelo o seu primeiro equipamento 5G.

Entretanto, a Huawei, LG e Oppo também devem lançar smartphones 5G este ano.

Entretanto, quando a indústria passou do 3G para o 4G LTE, a Apple foi um dos últimos grandes fabricantes a disponibilizarem um smartphone que suportasse esta tecnologia. A título de exemplo, enquanto vários smartphones Android com 4G LTE foram lançados em 2011m a Apple só lançou um em 2012 quando o iPhone 5 viu a luz do dia.

Dito isto, o que acha desta estratégia da Apple?

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário