PlayStation Classic sem Gran Turismo ou Crash Bandicoot… Porquê?


Por em

Ontem, a Sony revelou a sua lista completa de jogos incluídos na PlayStation Classic! E enquanto a coleção de 20 jogos foi bem recebida, alguns jogadores foram rápidos a notar a falta de alguns títulos muito importantes da sua infância.

Infelizmente, a Sony nunca teve grande hipótese, ao contrário da Nintendo que conseguiu juntar uma lista estrondosa de títulos com as suas consolas ‘Classic’.

Vamos tentar perceber porquê.

Licenciamento de Músicas

Vários estúdios aproveitaram o facto da consola usar CD’s, para incluir músicas muito populares… Que necessitam de licenças para serem utilizadas, claro está.

A banda sonora de jogos de desportos radicais como Tony Hawk Pro Skater, ou JetMoto, continham faixas imensamente populares, que na altura, tiveram negociações bastante complicadas para serem utilizadas.

Os direitos musicais são geralmente limitados a um certo período de tempo, com um certo impacto na maneira como os jogos são vendidos alguns anos após o seu lançamento.

Por exemplo, Alan Wake voltou recentemente às lojas online, apenas depois da Microsoft ter renegociado as licenças músicas.

Em suma, o facto de ter de haver uma renegociação, ou até remoção de algumas faixas, poderia levar à existências de alguns problemas com os fãs, por isso a Sony deixou os jogos mais problemáticos de parte.

Licenças adicionais

O jogo Madden 98, é discutivelmente o melhor jogo de futebol americano em 2D de sempre! Sendo produzido com licenças acordadas com a NFL e seus jogadores.

Posteriormente, temos Gran Turismo que é sem dúvida um dos jogos de corrida de carros mais populares de sempre! Contendo cerca de 140 carros, todos eles com licenças acordadas com as marcas, bem como algumas músicas, também elas com necessidade de licenciamento.

No fundo, se há coisa mais complicado do que negociar licenças com os estúdios de música… A negociação com os fabricantes de carro e NFL deverão algumas uma das escolhas mais prováveis.

Remakes, re-lançamentos e remasters

Crash Bandicoot, Spyro the Dragon e até Resident Evil 2, parecem títulos óbvios para serem incluídos no pacote de jogos ‘Clássicos’! No entanto, nenhum deles faz parte da lista…

Afinal de contas, estes três jogos pertencem a estúdios fora do domínio da Sony, e todos eles já têm versões ‘melhoradas’ no mercado.

Os melhores jogos da PlayStation eram de estúdios fora do domínio da Sony

A Nintendo é responsável pelos melhores jogos das suas consolas… E embora a Sony também tenha exclusivos espectaculares, os melhores jogos da sua PS1 eram maioritariamente produzidos por outros estúdios.

E enquanto os distribuidores no passado tinham acordos ou eram mesmo detidos pela Sony, as coisas mudaram! E os direitos de vários jogos como Tomb Raider, Mortal Kombat 2, Dino Crisis, etc… Estão agora espalhados por vários novos donos, o que complica imenso o licenciamento.

Onde está o comando DualShock?

PlayStation Classic sem

Embora a omissão da maioria dos títulos de alto gabarito possa ser explicada por complicações a nível de licenças… Temos um jogo bastante especial para vários jogadores, na forma de Ape Escape, que não se encontra na lista!

Mas porquê?

Pois bem, o Ape Escape foi o primeiro jogo da consola a requerer o uso do comando DualShock! Algo que não vinha na embalagem da consola, quando a comprava.

E como a PlayStation Classic é baseada no hardware original, os comandos incluídos são os primeiros sem ‘Joystick’, e não os mais recentes DualShock… O que impossibilita o suporte ao Ape Escape.


Via

Leia também

Ou veja mais notícias de Jogos

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Etiquetas
Anterior

Milagre da duplicação atinge monocelha do Google Pixel 3 XL

GPUs AMD em desenvolvimento para rivalizar com as NVIDIA RTX

Seguinte