Plano da Polestar inclui a Porsche e um adeus à Volvo?!

Para quem ainda não conhece, a chegada da fabricante Polestar ao mundo automóvel tem uma história deveras interessante. Afinal de contas, apesar de muito provavelmente apenas conhecer a empresa pelos muito recentes Polestar 1 e Polestar 2, a verdade é que tudo começou em 1996.

Afinal de contas, esta empresa foi originalmente fundada para atrair participantes do Campeonato de carros de Turismo Sueco, até eventualmente se ter tornado numa parceira oficial de performance da Volvo, em 2011. Entretanto, em 2015, foi adquirida pela empresa chinesa Geely, proprietária da própria Volvo, onde muita coisa mudou.

Afinal de contas, após a aquisição total em 2015, a empresa tornou-se a sua própria marca, com o grande objetivo de fabricar veículos 100% elétricos e híbridos plug-in. Tudo com a ajuda e suporte das plataformas e motorizações da Volvo.

Dito tudo isto, apesar das suas características únicas, a verdade é que os dois modelos da Polestar não fazem jus à raiz de condução desportiva. Mas isto vai mudar, dentro de muito pouco tempo, naquilo que pode muito bem ser um adeus à Volvo.

Polestar apresentou o seu plano para os próximos 3 anos!

Ora bem, até ao momento, optar por um modelo da Polestar em vez de um Volvo faz imenso sentido. Afinal de contas, tem nesta empresa modelos “mais jovens” com uma aposta séria da eletrificação. Ainda assim, é como escolher um primo afastado de um carro Volvo, em vez de uma marca diferente. O que como deve imaginar, não é algo viável a longo prazo, visto que a própria Volvo vai apostar a 100% na eletrificação da sua frota.

Assim, de forma a lutar contra o inevitável, a Polestar quer voltar às suas raízes e o seu plano para os próximos anos envolve mais potência, novas arquiteturas e pelos vistos, um afastamento maior da Volvo. Ao fim ao cabo, a fabricante está com a Porsche na mira, com o objetivo de apostar no seu pedigree desportivo.

Algumas curiosidades!

O chefe de relações publicas da Polestar informou, que até o novo chassi feito com alumínio espacial, era de uso próprio. Sendo assim, uma plataforma mais leve, preparada para receber a capacidade de condução autónoma de nível III.

Além do novo chassi, temos a chegada do novo motor elétrico exclusivo da Polestar denominado de P10. Um motor elétrico capaz de chegar aos 603 cv de potência, ou em comparação, mais 50% que os motores atuais da Porsche.

Entretanto, além de tudo isto, novas tecnologias adicionam carregamentos a 400v ou 800v, algo que possibilitará a capacidade de carregar dos 0-80% em 20 minutos. Além disto, a nova arquitetura elétrica promete o carregamento bi-direcional, ou seja, vai conseguir carregar o carro ou utilizar o mesmo para potenciar até a sua casa.

Em suma, a aposta da fabricante Polestar é tornar-se cada vez mais independente, e assim, manter-se longe da Volvo.

Ademais, o que pensa sobre isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Silvio José
Sempre gostei de tecnologia, e em tenra idade já sonhava em construir a minha Dream Machine. Alcançado esse sonho agora o objetivo é aprender mais e mais. A minha paixão em todo o tipo de tecnologia faz-me estar sempre alerta a todas as novidades.

Leia também

Newsletter Leak

Receba todas as notícias e destaques diretamente no e-mail. É grátis!

Siga-nos no Google Notícias

Artigos relacionados