PS4 vs Xbox One

O ‘Boss’ do departamento Xbox, Phil Spencer, já jogou os primeiros jogos em desenvolvimento para a nova consola da Microsoft, que ainda é apenas conhecida como Project Scarlett.

Phil Spencer disse que já teve a oportunidade de testar a fundo a nova consola… Afirmando que o futuro é brilhante para a marca Xbox!

Durante um livestream de Phil Spencer, a jogar Destiny 2 com o líder da Bungie. O patrão da Xbox revelou que o futuro da Microsoft no mundo das consolas é realmente brilhante. No entanto, recusou-se a responder às muitas questões dos followers.



Ainda assim, Phil deixou escapar alguns detalhes acerca de um título… Que aparentemente, é nada mais nada menos que Halo Infinite!

Um dos títulos de lançamento da consola de nova geração da Microsoft. Afinal de contas, o estúdio 343 Industries deve estar a apressar o desenvolvimento do jogo, de forma a ter quase 1 ano para fazer pequenas afinações no motor de jogo, e trabalhar a fundo no polimento dos gráficos.

Em boa verdade, Halo Infinite poderá por si só, transformar o lançamento da Xbox Scarlett num autêntico sucesso!

Infelizmente, o ‘boss’ do departamento de Gaming da gigante Microsoft, optou por não revelar mais detalhes. Mantendo a fome de saber na cabeça dos fãs do mundo de consolas… O que poderá ser realmente a melhor jogada, visto que a Sony ainda não mostrou as cartas que tem na sua mão.

Caso não saiba, a nova consola da Microsoft tem como grande objetivo, correr todos os jogos a 4K nativos e 60FPS. Além disto, vamos ainda ter capacidades Ray Tracing, num SoC AMD constituído por núcleos CPU Zen 2 e um GPU Navi 10 lite! Hardware que deverá ser 4x mais poderoso do que aquilo que podemos encontrar na atual consola mais poderosa do mercado, a Xbox One X.

Em suma, Phil Spencer não revelou grande coisa… Mas o Hype continua a aumentar a cada dia que passa. Afinal, o Xbox Scarlett deverá ser lançada no final de 2020, onde terá de lidar com a aposta da Sony, a PlayStation 5.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo.

Fonte