Nintendo Switch 2 continua NVIDIA. Mas eu queria AMD!

Caso não saiba, enquanto a grande maioria das consolas do mercado são baseadas em Hardware AMD, a Nintendo decidiu abraçar as capacidades da NVIDIA no mundo mobile, e ao que tudo indica, é um abraço que vai continuar bem apertado em 2024, altura em que devemos dar as boas vindas à Switch 2, a nova geração daquela que é uma das consolas mais bem-sucedidas de sempre dentro da história da gigante Japonesa Nintendo.

Nintendo Switch 2 continua NVIDIA. Mas eu queria AMD!

- Publicidade -

Portanto, como deve saber, a Nintendo já tem a sua nova consola, que pode ou não ser conhecida como Switch 2, pronta a lançar. O lançamento não acontece no imediato porque a Switch original ainda vende muito bem, e como tal, a Nintendo acredita que ainda tem um último Natal forte debaixo da sua manga.

Porém, com o hardware pronto a ser lançado, já temos várias informações muito interessantes para dissecar. Uma delas é o facto de a base da nova consola da Nintendo ser baseado em hardware NVIDIA em vez de hardware AMD.

De forma muito resumida, é esperado que a NVIDIA utilize uma versão do SoC Jetson Orion, já utilizado no mundo automóvel, agora um pouco mais eficiente no campo do consumo de energia.

O que não é uma de todo uma má notícia. Mas, na minha opinião, é uma oportunidade perdida.

O uso deste SoC significa que a consola vai ser poderosa, e até vai ter acesso a algumas das tecnologias mais poderosas da NVIDIA, como é o caso do DLSS.

Porém, se o objetivo da Nintendo passa por abrir um pouco o seu ecossistema de jogos. Ou seja, fazer com que a Switch 2 seja o ponto ótimo para jogar todo o tipo de jogos. Seria importante ter um hardware poderoso, fiável, e claro, capaz de promover adaptações rápidas e com muita qualidade à mistura.

Assim, se a Nintendo aproveitasse o esforço da AMD no mundo mobile, seria muito mais fácil, e provavelmente mais barato, fazer “ports” de jogos inicialmente pensados para a PS5 e consolas Xbox. Afinal, desde a geração passada que a Sony e Microsoft têm uma parceria de sucesso com a AMD, o que claro, implica que todas as ferramentas de desenvolvimento tenham isso em conta.

Assim, se o objetivo é ter Mario, Zelda, Pokémon, e depois as versões “reais” de Call of Duty, Doom, FIFA, etc… Tudo de forma a ter a “consola” perfeita! Talvez tivesse sido uma boa ideia optar pelo caminho mais fácil. Mas calma! Ainda é cedo para tirar este tipo de conclusões.

Entretanto, relativamente às restantes especificações, já sabemos que a Nintendo vai voltar para os ecrãs LCD em vez de OLED. Provavelmente com um ecrã à volta das 8 polegadas. Além disso, o armazenamento vai disparar para os 512GB.

Antes de mais nada, o que pensa sobre tudo isto? Acha que a Nintendo está a pensar bem? Partilhe connosco a sua opinião na caixa de comentários em baixo.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.