Mortal Kombat 11 está a ser dizimado nas críticas… Dos jogadores!

Mortal Kombat 11

Há muito tempo, que os fãs esperam pela chegada de Mortal Kombat 11… No entanto, parece que os responsáveis pelo jogo, cometeram um erro crasso!

Afinal de contas, utilizando MK11, juntaram o Gaming à sua agenda política… Um grande não, nos dias que correm

Afinal de contas, se há coisas que não se deve fazer, é irritar os gamers, que são provavelmente, alguns dos fãs mais apaixonados do planeta, e que irão fazer tudo para levar a sua avante.



No fundo, quando um Gamer liga a sua consola ou PC, para começar a sua sessão de jogo, a última coisa que quer ver, quando escapa para uma dimensão fantasiosa, é uma lembrança do mundo real… E este é o caso com Mortal Kombat 11, basta olhar para as reviews no site Metacritic.


Nota do Redator – Pois bem, para falar sobre o assunto, vou ter de ‘spoilar’ algumas coisas.


Mortal Kombat 11 está

Pois bem, temos o exemplo de Jax, que quando termina a sua subida épica, após derrotar múltiplos inimigos, ganha poder sobre o próprio tempo!

E o que acha que a personagem faz?

A personagem volta atrás no tempo, para prevenir a escravidão dos seus antecessores Africanos! Criando uma linha temporal alternativa, onde podiam prosperar, e viver a sua vida em paz.

Apesar de ser, sem dúvida, um fim bonito. E o facto de ver uma linha temporal paralela até é uma ideia gira… As pessoas não gostam de ver problemas reais nos seus jogos!

A maioria dos gamers, usam os jogos como um escape à sua vida real, e por isso, como mencionei há algumas linhas atrás, não querem ser relembrados do mundo real, enquanto jogam num mundo de fantasia.

Além disto, temos também o facto de Shao Khan fazer uma referência a Donald Trump, dizendo ‘Making Outworld Great Again’.

Mas as críticas dos jogadores não ficam por aqui! Mortal Kombat 11 também está minado de micro-transações

Aliás, em boa verdade, este tema irrita ainda mais os jogadores! E prova disso, é o uso da tática de ‘Review Bombing’, que tem estado bastante na moda, para levar a pontuação do jogo, para níveis ridiculamente baixos.

Isto num jogo, que mesmo com os seus defeitos, continua a oferecer uma jogabilidade, e qualidade visual brutal! No fundo, é um jogo de luta, bom, que merece ser jogado. (Temos análise a caminho)

Conclusão

Em suma, Mortal Kombat tem de ser sangrento, temos de ver ossos partidos e Fatalitys até dizer chega! Mas, se há algo que não se pode fazer, é levar a política para o gaming.

Mortal Kombat já está disponível para a PlayStation 4, Xbox One e PC! (Versão para a Nintendo Switch irá ser lançada no dia 10 de Maio).


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo.