Partilhar, colaborar e reparar: são assim os Millennials!


Por em

Compram e vendem mais bens em segunda mão do que as gerações anteriores. Reparam, partilham e alugam bens com mais frequência. Os dados apresentados no Observador Cetelem Consumo Millennials 2018 demonstram que os jovens adultos estão cada vez mais envolvidos em consumo colaborativo.

33% dos Millennials nacionais alugam imóveis em plataformas como Airbnb. Esta é uma das conclusões do estudo do Observador Cetelem sobre o consumo colaborativo entre a Geração Y.

A economia da partilha é mais expressiva entre os Millennials portugueses do que entre os cidadãos nacionais de outras faixas etárias, com 84% dos jovens adultos a afirmarem que têm uma imagem positiva desta filosofia versus 72% em média. Em termos europeus, Noruegueses, Franceses e Espanhóis ocupam, por ordem, os primeiros três lugares no pódio, com respetivamente, 91%, 88% e 86%, estando os Millennials portugueses na quinta posição entre os inquiridos de 17 países europeus.

Millennials

Reparar bens é a prática mais difundida entre os inquiridos de origem portuguesa, sendo que 61% afirmam já terem recorrido a esta prática. Os que mais reparam bens são os Húngaros (78%), os Polacos (69%) e os Austríacos (64%). A compra de bens, livros e roupa em segunda mão ocupa o segundo lugar das preferências nacionais, com cerca de metade (49%) dos inquiridos desta geração a afirmarem fazê-lo. Por outro lado, a partilha de bens ou serviços surge na terceira posição, uma vez que um terço afirma recorrer a este tipo de serviços.

As compras em grupo são outra das práticas valorizadas por 25% dos jovens adultos portugueses, que procuram ideias inovadores e originais que os ajudem a economizar e a consumir de forma mais sustentável. 23% afirmam também recorrer a sites de compras coletivas para obterem melhores negócios. Menos popular é a prática de alugar em vez de comprar (13%), ou aproveitar boleias com desconhecidos através de serviços online.

Leia também

Ou veja mais notícias de Android

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Nokia 6 em Portugal: Vale realmente a pena?

Vai comprar um Motorola? Não espere grandes atualizações!

Seguinte