AMD Ryzen 2: As informações que faltavam


Por em

A AMD anunciou na CES vários produtos, incluindo actualizações ao seu roadmap, que inclui o lançamento da nova geração de processadores, os Ryzen 2.

Esta nova geração de processadores AMD será baseada na arquitectura de 12nm Zen+, com agora um destes novos Ryzen apareceu na SiSoftware SANDRA, montado numa motherboard Asus com o novíssimo chipset X470.

O Ryzen 5 2600, é o escolhido para suceder ao popular Ryzen 5 1600, com 6 núcleos e 12 threads, e frequência esperada nos 3.4GHz com um possível boost para 3.8GHz, também vai contar com 16MB de cache L3 e 3MB de cache L2 com um TDP de 65W.

  • Especificações segundos os rumores.

Estas especificações são muito semelhantes ao Ryzen 5 1600, menos na frequência, visto que o Ryzen 5 1600 tem uma frequência base de 3.2GHz com um boost de 3.6GHz.

Assumindo que os leaks estão corretos, o Ryzen 5 2600 vai ter frequências ligeiramente mais altas, e claro vai beneficiar de optimizações de arquitectura.

AMD Ryzen Ryzen 2 X470 Zen
De acordo com o leak, o processador está numa motherboard Asus Crosshair VII Hero baseada no chipset X470 da AMD.

A empresa ainda não ofereceu muitos detalhes acerca do chipset X470, apesar de já ter dito que vai estar optimizado para a segunda geração de processadores Ryzen, e que também irá oferecer um modo de poupança energético e melhor performance.

No caso de não seguir as noticias acerca da arquitectura Zen+ da AMD, não tem nada a ver com a Zen 2, que irá representar uma mudança para o processo de fabrico de 7nm.

A AMD disse na CES que o design da arquitectura Zen 2 está completo e que irá melhorar a anterior geração em várias dimensões, dizendo também que a Zen 3 irá ser ser feita com um processo de fabrico 7nm+ em 2020.


Ansiosos pela nova oferta da AMD, será esta a concorrência que vai finalmente acabar com o domínio da Intel ?

Que acham de tudo isto ? À espera de Abril ?

Leia também

Ou veja mais notícias de Hardware

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Precisamos mesmo de smartphones dobráveis?

É o fim da saída para auscultadores nos smartphones?

Seguinte