Intel vs AMD: Quem ganhou na Computex 2019?


Por em

Intel vs AMD: Acabou de acontecer algo extraordinário na indústria! É bem provável que a AMD tenha agora a vantagem no mercado de consumo tradicional de processadores, metendo finalmente, a Intel no bolso!

Isto depois da vários anos de dificuldades, onde a AMD até correu sérios riscos de abrir falência!

Acaba por ser uma história extremamente interessante, como uma empresa com meios limitados, completamente de pescoço apertado, e com várias personalidades a fugir para as rivais, consegue agora chegar ao mesmo nível da Intel.



Em boa verdade, quem diria há 3 ou 4 anos atrás, que a AMD iria meter a Intel em sentido? Algo que podemos agradecer ao lançamento dos primeiros processadores Ryzen, que voltaram a re-acender a chama da guerra Intel vs AMD.

Caso não saiba, desde o lançamento dos primeiros Ryzen em 2017, que a empresa tem continuado de pé no acelerador, aproveitando as últimas desgraças da Intel. (Onde temos de salientar o falhanço dos 10nm, e mais recentemente, todas as vulnerabilidades arquiteturais dos processadores Intel Core.)

Assim, a AMD tem conseguindo conquistar mercados, nas mais variadas regiões… E até há quem diga, que nos próximos anos, o trono do mercado de processadores, vai sair das mãos da Intel, para cair no colo da AMD.

Dito tudo isto, agora que tanto a AMD como a Intel, já revelaram as suas novidades na Computex 2019, vamos tentar perceber quem teve mais impacto.

Intel vs AMD

Intel vs AMD

Intel Core i9-9900KS

9900ks

Como deve saber, a melhor combinação para Gaming, tem sido um processador Intel + uma placa gráfica NVIDIA. Contudo, com a chegada dos processadores AMD Ryzen, as coisas começaram lentamente a mudar.

Por isso, para tentar manter esta tradição, a Intel trouxe para a Computex, o Intel Core i9-9900KS, dizendo que é o “Melhor processador do mundo para jogos.” Com 8 núcleos e 16 threads, bem como um ‘Boost’ de 5GHz em todos os núcleos, temos aqui realmente uma besta de performance

Tudo isto, num pacote que custa 488$, e que já pode ser pré-encomendado.

AMD Ryzen 9 3900X

Por sua vez, na Keynote que curiosamente abriu a Computex 2019, a AMD revelou a sua nova gama de processadores Ryzen 3000 de 7nm! Aqui o destaque vai para a nova ‘besta’ de 12 núcleos e 24 threads, com uns impressionantes 70MB de memória cache. (O 9900KS tem ‘apenas’ 16MB)



Quanto às especificações, o novo 3900X tem uma frequência base de 3.8GHz, e um ‘Boost’ de 4.6GHz, conseguindo suportar até 3200MHz de memória RAM DDR4. (De maneira oficial!) Além disto, é suportado pela grande maioria de boards AM4, já no emrcado.

Por fim, no campo da performance, o Ryzen 9 3900X vence o i9-9900K tanto em single-thread como em multi-thread. O que se deve ao número massivo de núcleos e threads, mas também ao fato da arquitetura Zen 2, oferecer a exata mesma performance Core vs Core, em relação aos processadores Intel. (Ou até mais, consoante a situação)

Em suma, a grande vantagem da Intel no IPC, foi agora anulada, pelos novos Ryzen!

AMD AM4 X570 (Chipset)

A AMD anunciou também uma nova plataforma para os novos Ryzen 3000, com o chipset AM4 X570. No entanto, é preciso salientar que os novos processadores, são compatíveis com as antigas motherboards.

Ainda assim, a AMD não fez apenas uma pequena atualização à sua plataforma… Visto que as novas AM4 X570, trazem um inovador suporte ao novo standard PCI Express 4.0.

Caso não saiba, o novo standard duplica a largura de banda, para os 2GB/s por linha! Conseguindo uns estrondosos 32GB/s no slot x16. (Vamos presenciar a chegada de uma nova gama de placas gráficas, drives NVMe, e muito mais, graças a este novo formato.)

AMD Radeon RX 5700

Entretanto, também temos novas placas gráficas AMD a caminho, na forma da Radeon RX 5700, que traz consigo algo muito importante… O esquecimento da arquitetura GCN, e a início da aposta, na macro-arquitetura RDNA.



Apesar da AMD não ter entrado em grandes detalhes, afirmou que a sua nova placa gráfica é 10% mais rápida que a NVIDIA RTX 2070. Contudo, a empresa apenas demonstrou benchmarks do jogo Strange Brigade, que historicamente, mostra quase sempre resultados bastante favoráveis para as placas Radeon.

A Intel só irá entrar neste mercado em 2020, ainda assim, já assegurou que a sua arquitetura Xe irá ser capaz de suportar Ray Tracing, bem como mais que um GPU em cada placa.

Intel Core 10º Geração: Ice Lake (10nm)

Intel

A Intel está finalmente a conseguir usar o seu processo de 10nm! E por isso, já se está a preparar para o lançamento dos primeiros CPUs ‘Ice Lake’. Que deverão fazer parte da 10ª geração Intel Core.

Curiosamente, além dos 10nm, vamos ainda receber iGPUs com uma nova arquitetura, que deverão duplicar a performance gráfica. (Intel Gen11)

Conclusão

Em suma, na minha opinião, é inegável que a AMD leva a vitória no saco! Afinal de contas, depois de vários anos na sombra da Intel… A fabricante que está agora a fazer 50 anos, conseguiu finalmente apanhar a sua rival!

AMD Epyc

Em boa verdade, muito se deve à incompetência da Intel, e no facto de várias apostas terem corrido mal… Mas nós como consumidores, apenas queremos o melhor, ao melhor preço, e neste momento, estes produtos pertencem à AMD.

Isto, pelo menos nos processadores para o mercado tradicional de consumo, visto que nas placas gráficas, a AMD Radeon, ainda precisa de comer muita sopinha (!) Para conseguir roubar a liderança na performance à NVIDIA!

Ainda assim, se por acaso a nova Navi RX 5070, conseguir oferecer uma performance equivalente, ou ligeiramente superior à RTX 2070... A um preço relativamente mais baixo, parece-me a mim, um primeiro passo bem interessante! Depois das placas gráficas Vega terem sido um ‘flop’.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo.

Leia também

Ou veja mais notícias de Featured, Hardware

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Novo gadget Pixel a caminho? Será o smartwatch da Google!?

AMD mostrou os músculos dos 7nm com os Ryzen 3000!

Seguinte