De acordo com novas informações avançadas pelo jornal The Information, a Huawei planeia lançar os seus principais smartphones topo-de-gama no início de 2020 – que devem ser conhecidos como Huawei P40 e P40 Pro – a nível global. Isto é curioso, considerando que os equipamentos premium mais recentes da empresa, o Huawei Mate 30 e o Mate 30 Pro, ainda não tiveram propriamente um lançamento fora da China, país natal desta empresa.

Huawei tem truque na manga e vai lançar o P40 no próximo ano!

O Mate 30 provavelmente pode não ser lançado, para já, a nível global devido à falta de acesso aos Google Mobile Services (GMS). Tudo consequência da proibição americana da Huawei. Na China, os cidadãos já estão acostumados a ter smartphones Android sem as aplicações da Google. No entanto, no resto do mundo, estas apps já estão tão integradas no Android que a maioria dos consumidores não compra um dispositivo que não as tenha.

o P40

Agora se o P40 será lançado globalmente no próximo ano, importa percebermos como é que a Huawei vai resolver esta situação. É que até ao momento, ainda não existe qualquer comentário oficial no sentido de esta proibição terminar em breve.

Uma teoria pode ser a de que a Huawei tenha acesso a algumas informações privilegiadas que a levem a acreditar que a proibição já terá acabado a tempo de lançamento do Huawei P40. Isto é certamente possível. No entanto e a confirmar-se mais tarde ou mais cedo a imprensa deverá saber disto também.

Outra pode ser uma aposta deste fabricante nos seus próprios serviços para dispositivos móveis, conhecidos como Huawei Mobile Services (HMS). No entanto, isto exigiria um grande esforço por parte dos programadores para implementarem tudo isto nestes novos smartphones.

Dito isto, é altamente improvável que a Huawei seja capaz de implementar tudo isto até à primavera de 2020.

Mas há uma terceira teoria!

Outra teoria é que a Huawei pode tornar os P40 e o P40 Pro mais parecidos com os Huawei P30 e P30 Pro. Uma espécie de versão 2. Ou seja, se este fabricante pudesse fazer com que o interior da gama 40 fosse bastante semelhante à da P30, não seria necessária uma licença GMS. Assim já seria possível lançar os P40 e P40 Pro em todo o mundo com as aplicações da Google.

No entanto, esta teoria tem um problema. É que iria exigir que os consumidores pagassem um preço bastante alto para um smartphone que seria apenas a reformulação de um smartphone do início de 2019. Ainda assim, esta pode ser a única opção da empresa para acompanhar os seus concorrentes na Europa, Médio Oriente e noutros países fora da China.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.