HTTP3: o que é e como se compara com o HTTP2

A tecnologia está sempre a evoluir e como tal são necessárias alterações frequentes de modo a que essas novidades cheguem a todos os equipamentos. No ano passado utilizámos sobretudo os browsers para entrar em salas de chat ou visitar blogs. Hoje em dia os objetivos podem ser um pouco diferentes. É que o browser pode ser a porta de entrada para ver vídeos 4K, editar fotos, jogar, aceder ao banco, trabalhar e muito mais. Dito isto, à medida que as novas aplicações web se tornam cada vez mais complexas, a procura de um protocolo de internet seguro e mais eficiente tem impulsionado o desenvolvimento do HTTP3 mas como se compara com o HTTP2 e versões anteriores?

HTTP3: o que é e como se compara com o HTTP2

O HTTP3 é a terceira (e mais recente) geração de HTTP (Hypertext Transfer Protocol). Este protocolo de internet serve para os utilizadores interagirem com a web e os seus recursos. Assim na prática o HTTP3 pretende proporcionar uma experiência de internet mais rápida e eficiente sem comprometer a segurança.

HTTP3

Com o HTTP/2 anterior, os utilizadores e programadores só tinham o TCP/IP para transportar dados de forma fiável. O problema com o TCP é que o cliente e o servidor necessitam de executar uma série de ligações SYN-ACK para inicializar corretamente. Só depois desta “sincronização” e da ligação TLS é que o cliente e o servidor podem enviar dados uns aos outros.

Assim com o processo a fazer cerca de quatro viagens de ida e volta entre cliente e servidor, os utilizadores ficam com tempos de carga mais lentos ao aceder à internet. No entanto o HTTP3 vai resolver isto graças a vários fatores, nomeadamente mais segurança e mais desempenho.

Uma das vantagens do HTTP3 é o seu suporte para um novo protocolo de internet destinado a substituir as ligações TCP, conhecido como protocolo QUIC. Utilizando o QUIC, os dados são enviados e recebidos pelo cliente e pelo servidor após uma única autenticação. Ao mesmo tempo ele fornece uma ligação fiável de ambas as partes e protege automaticamente os dados com encriptação TLS 1.3.

O HTTP3 melhora a experiência de acesso à Internet fornecendo uma ligação mais rápida e eficiente.

A questão é, quanto ganhamos com isso?

Um estudo da empresa Request Metrics mostra isso mesmo.

Logo à partida utilizar o QUIC em vez de TCP fornece uma forma mais rápida e eficiente de inicializar a ligação e encriptar dados. De facto a diferença em milissegundos é muito significativa.

Entretanto os resultados mostram que o HTTP3 foi muito mais rápido do que HTTP2 em todos os testes. Por exemplo, num pequeno site, o HTTP3 foi mais rápido que HTTP2 por 200ms. 325ms num site com muito conteúdo e 300ms num site com uma única página.

Ao utilizar o HTTP3, os utilizadores podem esperar uma redução significativa dos atrasos em geral, tornando a experiência de navegação mais rápida e fiável sem comprometer a segurança.

Não perca nenhuma informação importante. Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir ou no símbolo da estrela no canto superior direito.

Subscrever

Outros artigos

Windows 11 22H2: a nova versão chega a 20 de Setembro!

Quem andava ansioso pela nova versão do Windows 11,...

Para estar seguro não basta apagar o histórico do Chrome!

Pelas mais variadas razões podemos ter necessidade de apagar...

Android: resolva agora os problemas mais comuns!

O Android é um sistema operativo muito intuitivo, fiável...

Como ter três meses de Spotify totalmente grátis!

Ninguém gosta de passar ao lado de uma boa...

Sony quer acabar com a câmera frontal! Saiba como!

Enquanto a tecnologia de câmera frontal escondida continua a...
mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.