HTC continua a enfrentar problemas financeiros e o cenário é negro

Já passaram anos desde que a HTC começou a lutar com problemas financeiros e simplesmente não consegue encontrar uma forma de voltar ao mercado novamente.

No início de 2018, a Google investiu na empresa de Taiwan recrutando os seus engenheiros na sua unidade de Taiwan e obtendo acesso a muitas patentes em troca de 1,1 mil milhões de dólares. No entanto isto não ajudou o gigante taiwanês a sair do seu declínio financeiro.

Segundo novos dados divulgados, a empresa registou as piores vendas mensais dos últimos quinze anos. A receita de julho chegou a apenas 45,7 milhões de dólares, o que equivale a 77% menos que no mesmo período do ano passado.

As vendas já eram más em junho, mas agora ficaram ainda piores. Se adicionarmos este desempenho aos outros meses do ano, obteremos uma receita total de apenas 555 milhões em 2018, o que representa uma queda de 54% em relação ao ano anterior.

Em 2018, a HTC lançou apenas um smartphone: o topo de gama U12 Plus. É um dos melhores aparelhos do mercado e a sua configuração de câmara dupla foi classificada em segundo lugar no ranking dos melhores telefones com câmara do DxOMark.

Além disso, possui o SoC mais avançado do mercado: o Snapdragon 845 da Qualcomm, octa-core, é totalmente à prova de água e ecrã de 6 polegadas com resolução QHD+, além de alti-falantes estéreo.

Mas, apesar da sua impressionante folha de especificações, recebeu uma resposta morna do público.

Agora, a empresa está a tentar encontrar um nicho no qual possa obter um bom lucro para se livrar de seus problemas antes que seja tarde demais.

A HTC lançará em breve um smartphone dedicado ao blockchain chamado Exodus, mas, considerando o panorama das criptomoedas nas últimas semanas, não sabemos se seu sucesso será bom o suficiente para o gigante (ex) taiwanês.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também