Gostou do processador M1 ARM da Apple? A coisa vai melhorar!

Como deve saber, recentemente, a Apple decidiu avançar para o divórcio com a Intel, isto depois de vários anos de uma relação extremamente complicada e aparentemente tóxica.

Um desfecho que já andava a ser comentado há vários anos, mas que apenas foi consumado no fim de 2020, quando a gigante Norte-Americana da maçã trincada finalmente lançou os seus primeiros portáteis assentes em chips da sua própria autoria, baseados na arquitetura ARM.

Estamos a falar dos MacBook ARM, baseados no SoC M1, o primeiro processador ARM da empresa para o mercado de computadores.

Este chip recebeu reviews simplesmente brutais… Mas ao que tudo indica, a Apple já tem uma nova versão ainda mais poderosa, que muito provavelmente irá provocar algum medo à antiga parceira Intel.



Impressionado com o processador M1 ARM da Apple? A coisa vai melhorar!

M1X

Portanto, o processador que deverá dar vida a alguns dos novos computadores MacBook Pro e iMac acabou de chegar à Internet, com o nome M1X. Estamos a falar de um MacBook Pro de 14”, outro de 16” e ainda um iMac de 27”

O que muda?

Segundo o benchmark agora ‘leaked’, o processador M1X vai contar com um TDP um pouco superior (35W vs 15W), bem como um GPU mais apetrechado. Ainda assim, não é esperado que exista um grande impacto à autonomia dos novos portáteis, uma das grandes vantagens que o M1 trouxe para cima da mesa com os MacBooks ARM.

Entretanto, deverá ser aqui que começa a grande aposta no ARM por parte da Apple. Afinal de contas, em 2020, apenas foram lançados 3 aparelhos baseados no processador M1, mas em 2021, toda as gamas deverão ser renovadas com o M1X.

Tudo indica que a Apple está a planear também atingir o mercado Pro, onde a Intel e mais recentemente a AMD, têm dominado.

Infelizmente, a versão do processador que apareceu agora na internet é uma ‘pré-sample’, ou seja, as coisas ainda poderão mudar bastante. Ainda assim, parece que vamos ter uma frequência muito superior no CPU, 16 núcleos de processamento no GPU, bem como o dobro das unidades de execução (256 em vez de 128). Além de tudo isto, parece que o limite de memória RAM irá aumentar para os 32GB em vez de apenas 16GB LPDDR4X. Para meter a cereja no topo do bolo, vamos também dizer olá ao suporte da tecnologia de armazenamento PCIe 4.0.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Microsoft Surface Duo: o smartphone que não faz falta no mercado

A Microsoft anunciou o primeiro smartphone dobrável em Outubro de 2019. No entanto ele só chegou às lojas quase um ano depois. Não se...

YouTube: finalmente já é possível descarregar vídeos no PC!

No Android e no iOS, o YouTube Premium permite armazenar conteúdos para serem visualizados offline. Entretanto a possibilidade de descarregar vídeos do YouTube está...

Windows 11: Microsoft acaba de deixar os utilizadores em pânico!

Há coisas que são difíceis de compreender. Como referimos outro dia na Leak, a Microsoft lançou uma nova versão do PC Health Check Tool....

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!