Google sabe que o Pixel é mais lento, mas não quer saber

Ano após ano, andamos sempre a falar dos novos processadores mobile, sejam eles da Qualcomm, MediaTek, Samsung, ou Apple! A sonhar imediatamente com os novos níveis de performance, processamento de imagem, fluidez, etc… Pois é meus amigos, a Google disse que “já chega!”.

A Google sabe que o SoC dos seus smartphones Pixel é teoricamente mais fraco, mas também está plenamente convencida que isso não é o mais importante nos dias que correm. Bem… Se calhar, até tem razão! Eu não me lembro da última vez que um utilizador se tenha queixado da performance do seu smartphone moderno, seja este topo de gama, ou gama média.

Por isso, talvez esteja na altura de nos focarmos noutras coisas.

Google sabe que o Pixel é mais lento, mas não quer saber

Portanto, no recente podcast Made by Google, a equipa responsável pelos novos smartphones Pixel falou um pouco sobre o SoC Tensor G2 afirmou que está perfeitamente confortável em ver o seu processador um pouco abaixo das tabelas dos benchmarks. Sabe porquê? O foco está nas funcionalidades IA e não na performance pura e dura.

- Advertisement -

O projeto Pixel, e na verdade, os processadores Tensor, são um projeto com datas definidas um pouco mais à frente. Afinal, a equipa afirma que o objetivo é perceber aquilo que os utilizadores precisam daqui a 3, 4 ou 5 anos, e não responder a necessidades imediatas.

Além disso, a verdade é que nos dias que correm, o resultado de um benchmark… Vale o que vale!

Ter mais pontos no GeekBench, AnTuTu, ou 3DMark, não significa que no dia-a-dia o telemóvel A seja mais rápido que o telemóvel B. Existe muita mais coisas a serem feitas, para tornar a utilização do dia-a-dia mais rápida, eficiente e fluída, sendo exatamente aqui que a Google está a apostar.

Assim, com a Google a desenhar, e a produzir os seus próprios processadores. É finalmente possível criar produtos pensados apenas e só para aquilo que os utilizadores realmente fazem. Ou melhor, precisam de fazer, nos seus smartphones. É também possível tornar o SO mais eficiente, e mais focado, não sendo necessário hardware todo-poderoso, para conseguir oferecer uma boa experiência de utilização.

A longo prazo, isto significa uma eficiência energética fora de série! O que claro está, vai trazer grandes ganhos para a autonomia da bateria dos smartphones de nova geração. Especialmente se esta tendência da Google for adotada pelas restantes fabricantes.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião na caixa de comentários em baixo.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.