Google Chrome tem uma novidade para Windows e Mac!

Na edição do Google I/O do ano passado o gigante dos motores de busca anunciou novas funcionalidades de acessibilidade para Android. Uma das que mereceu mais destaque foi o Live Caption, ou como quem diz, as legendas ao vivo. Na prática, o dispositivo reconhece a fala em qualquer vídeo e adiciona legendas em tempo real. Em outubro, esta funcionalidade apareceu em dispositivos da família Pixel 4 e, posteriormente, noutros smartphones Android. Entretanto as legendas ao vivo chegaram também ao Windows e Mac graças ao browser Google Chrome.

Google Chrome chega com uma novidade para Windows e Mac

A propósito disto especialistas do site Techdows notaram que apareceu uma “caixa de seleção” nas configurações do Chrome Canary para ativar a nova funcionalidade. As legendas ao vivo estão disponíveis nas compilações do browser partir da versão 84.0.4136.2. Para usar esta função, é necessário ativá-la nas configurações, reiniciar o browser e ativar as legendas ao vivo na página de configurações de acessibilidade.

Google Chrome Windows

O Google já disponibiliza a opção de criar legendas automáticas no YouTube. Mas a nova funcionalidade permite gerar legendas para qualquer vídeo visualizado no Chrome. Antes de tudo, a função será útil para pessoas com deficiência auditiva. Mas também pode ser útil para quem, por exemplo, deseja aprender uma língua estrangeira. Entretanto no Android, esta função suporta apenas inglês. Com o Chrome, provavelmente a situação será semelhante.

Uma vez que esta funcionalidade ainda está escondida, pode levar algum tempo até que fique disponível para uma ampla variedade de utilizadores. Também é possível que a Google adicione esta funcionalidade ao projeto Chromium. Isto para que apareça em browsers de terceiros, como o Microsoft Edge.

A disponibilização desta novidade no Google Chrome é sem dúvida uma boa notícia, uma vez que chega assim a muito mais pessoas.É que o Chrome, de acordo com o último estudo do Netmarketshare em abril, conquistou uma participação de mercado de 69,18% (eram 68,5% em março). Desta forma, é o browser mais usado no mundo. Já o Microsoft Edge, baseado no Chromium, obteve 7,76% (de 7,59% em março). O Firefox também cresceu de 7,9% para 7,25%.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Conta Google: se receber este aviso pode ficar sem conta!

É muito raro conseguirmos encontrar uma pessoa que não utiliza produtos Google como o Gmail e o Google Fotos, ou que não tem uma...

Enganou-se? Anule agora mesmo um envio no Gmail!

Já aconteceu a todos enviarmos uma mensagem e depois arrependermo-nos. Isto porque dissemos o que não queríamos ou porque no segundo a seguir verificámos...

Windows 11: a versão final já está na Internet e pode descarregar!

A Microsoft anunciou que os Windows Insiders no canal Release Preview já podem deitar a mão ao novo sistema operativo. Isto é realmente importante...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!