(Ensaio) Como é ir de férias com um carro 100% elétrico?

Ir de férias com um carro 100% elétrico? – Como deve saber, o mercado automóvel está a passar por uma fase de evolução, ou melhor, revolução, simplesmente extraordinária. Afinal, o carro 100% elétrico veio mesmo para ficar!

No entanto, como também não é grande novidade para ninguém, ainda temos muitos condutores que fazem cara feia à aquisição deste tipo de veículo, devido à sua autonomia reduzida face aos tradicionais veículos baseados em motores a combustão, e claro, inconsistências e falta de praticabilidade da rede de carregamento nacional. (Poucos postos, lugares de carregamento indevidamente ocupados, preços estranhos e inconsistentes, potência reduzida, ou baixa manutenção por parte das empresas gestoras, etc…)

Muito resumidamente, quantas vezes já ouviu alguém a dizer “Não vou comprar um carro elétrico, porque depois quero fazer uma viagem maior, e não consigo. Ou tenho de lidar com a complicação que é carregar?

Bem… Existe uma viagem longa mais banal, que a tradicional viagem ao Algarve, que muitos Portugueses fazem pelo menos 1x por ano?

Foi exatamente por isso, que decidimos fazer esta mesma viagem, em Abril, com a ajuda de um Audi Q4 eTron 40. A gama mais baixa do SUV elétrico da Audi. Partindo de Lisboa, rumo a Armação de Pêra.

Bem… Vamos por partes!

(Ensaio) Como é ir de férias com um carro 100% elétrico?

um carro 100% elétrico, carro, audi, q4

Portanto, a viagem começou na zona de Odivelas, com 100% da autonomia disponível para esta aventura. Aqui temos de salientar que o Audi Q4 eTron é capaz de uma autonomia mista de mais ou menos 300~350 quilómetros, enquanto em cidade, chega perfeitamente, e até ultrapassa, os 500 quilómetros.

Dito isto, fui por ‘baixo’, evitando a autoestrada, para conseguir mais autonomia? Claro que não, fui pela A2, sem medos!

1º Etapa – Olá Alcácer.

Primeiramente, apesar de não ser necessário carregar (tinha cerca de 84% de bateria disponível), fomos até Alcácer, um território muito conhecido pelo seu ponto Supercharger da Tesla, mas que claro está, também já conta com um outro ponto rápido de carregamento, no LIDL local.

Aqui fizemos algumas compras de ‘snacks’ para a viagem, com um cafézito à mistura. Tempo parado de mais ou menos 40 minutos, e claro, bateria completamente cheia.

Sem problemas, foi chegar, carregar, comer bolachas com chocolate, e seguir viagem!

2ª Etapa – Primeiras dificuldades!

Como sai de Lisboa por volta das 18h45, já sabia que eventualmente teria sempre de jantar pelo caminho. Pois bem, decidi parar em Castro Verde, onde existia um ponto de carregamento rápido de 50kWh, e claro, um restaurante bastante interessante.

Infelizmente, quando lá cheguei, a vaga de carregamento rápido já estava ocupada… Por isso, tive de ficar pelo carregamento mais lento. (Geralmente, os postos de carregamento rápido permitem um carregamento rápido, e um carregamento normal, ao mesmo tempo.) Até aqui tudo bem! Não era de todo o fim do mundo, a ideia era mesmo só meter alguns eletrões no depósito, antes de seguir viagem.

Pois… O problema é que o carregamento deu erro! Ou seja, foi cancelado pouco tempo depois de sair de perto do SUV Elétrico da Audi.

Em suma, fique a saber, que por vezes, isto acontece no mundo elétrico. Daí ser necessário saber planear a viagem.

3ª Etapa – Pausa na autoestrada.

um carro 100% elétrico, carro, audi, q4
Sim! Pode carregar em dias de chuva, sem qualquer problema.

Já muito perto do Algarve, com o carregamento de Castro Verde a ter saído ao lado, e sem saber muito bem que carregadores iria ter perto de Armação de Pêra, decidi fazer uma nova pausa, para beber mais um café, e carregar o Q4 durante 20 ou 30 minutos.

Desta forma, garanti que chegava ao destino ainda com 30% de carga! Assim, se tivesse de lidar com algum inconveniente, como um carregador avariado, ou carro mal estacionado, já no destino, não iria ficar certamente a pé. (No meu caso, carregar na casa de férias seria uma impossibilidade.)

Dito isto, aqui, no carregador da autoestrada, encontrei uma inconsistência, que também pode ser tida como uma dificuldade. É que apesar da potência prometida de ~50kWh, o carregador rápido apenas foi capaz de oferecer 20~30 kWh. Mas claro, aqui pode estar muita coisa envolvida. Afinal, a velocidade de carregamento depende sempre da % da bateria, da sua temperatura, e claro, do estado do carregador.

4ª Etapa – Chegada ao Destino!

um carro 100% elétrico, carro, audi, q4

5ª Etapa – Como garantir bateria para todo o tempo de férias? Muito fácil.

Se por acaso acha que é difícil carregar o carro, em Portugal, está muito enganado. É por vezes caro, e noutras vezes, demasiado complicado em termos de saber que preços vai ter de pagar, ou quanto tempo terá de lá ficar. Mas, em Armação de Pêra, foi extremamente fácil encontrar carregadores. Sejam eles Rápidos, Super Rápidos ou Normais.

Fiquei 5 dias, e na verdade, apenas carreguei uma vez, no dia seguinte à chegada, quando fui ao supermercado fazer as compras para as férias. Aliás, foi incrível ver a autonomia do Q4 a aumentar, assim que começámos a andar em estradas nacionais, em vez de autoestradas e vias rápidas. Para ter noção, o Q4 eTron chegou a bater nos 545 quilómetros de autonomia disponível.

Dito isto, nestes 5 dias, passeamos um pouco por todo o lado, fazendo cerca de 200 quilómetros. Carreguei 0 vezes. A autonomia nunca foi um problema, e mesmo que fosse, não faltam carregadores.

Mas tenho uma curiosidade! Nestas férias, depois de 2 anos de COVID, tive obviamente de ir à Guia, comer o belo do Frango. No restaurante já existiam dois pontos de carregamento disponíveis, mas infelizmente, estavam avariados.

Férias num Carro Elétrico – Conclusão

A viagem de regresso foi um básico repetir de toda esta história. Com a diferença de que me apeteceu ir a Beja, dar uma volta e comer uns doces regionais (eheh). Carreguei as mesmas exatas vezes, desta vez, sem quaisquer problemas.

Em suma, fui ao Algarve e voltei, e não me caiu nenhum braço!

Ou seja, a desculpa da viagem grande, já não pega. Óbvio que existem algumas dificuldades, e muito provavelmente, em época alta, vai encontrar muito mais condutores com veículos elétricos à procura de postos, no velho mas sempre bom Algarve. Mas todo o seu percurso pode ser planeado através de apps como a Miio, ou a Evio, onde pode verificar todos os postos existentes, a sua potência, preço, e claro, as suas vagas.

Assim, é fácil perceber que ter um carro elétrico ainda representa algumas dificuldades, como é a quase obrigatoriedade de ter uma garagem, ou uma outra qualquer solução de carregamento em casa. Isto já sem falar do facto de ter de pagar mais por um carro deste tipo, relativamente a um carro a Gasolina ou a Gasóleo comparável, e claro, de ainda existirem alguns medos relativos à saúde da bateria a médio/longo prazo.

Mas uma coisa é certa… Os carros 100% elétricos estão cada vez melhores, mais confiantes, e com uma performance de fazer inveja a muitos outros automóveis convencionais.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Já pensou em dar o salto? Quais são as suas dúvidas? Está com medo de alguma coisa? Antes de mais nada, partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.