Facebook Messenger recolhe uma quantidade ENORME de dados!

Muitos fabricantes estão preocupados com a privacidade dos utilizadores. Exemplo disso é a Apple que já fez muitas alterações ao iOS 14.5. Assim, vai ser muito mais complicado para os programadores recolherem informações dos utilizadores Apple. O mesmo se vai passar com o Android 12 como já foi anunciado. Assim, a Google já não vai partilhar abertamente informações dos utilizadores. Pode segui-los mas os dados estarão seguros e protegidos. Mas e o que se passa com o Facebook Messenger e os dados? Já lá vamos!

Facebook Messenger recolhe uma quantidade ENORME de dados!

Para perceber o impacto de tudo isto a empresa Invisibly realizou um estudo e concluiu que 82% das pessoas estão de acordo com as medidas que as empresas estão a implementar e que limitam a recolha de dados. Para além disso, 76% não gostam de receber anúncios direcionados online e exigem que esta prática pare. 68% acham que a privacidade dos dados é muito importante. Surpreendentemente, pelo menos para nós, é que 11% (mais homens do que mulheres) não se importam de receber anúncios online direcionados.

Mas há mais números interessantes que chegam deste estudo. A partir de 16 de maio, 15% dos utilizadores da Apple deram permissão a aplicações de terceiros para serem seguidos. Lembro que recentemente, a Apple começou a lançar a atualização iOS 14.5, que traz a chamada funcionalidade Transparência. Ela exige que os programadores perguntem aos utilizadores se querem fornecer dados pessoais com o objetivo de enviar anúncios online.

Curiosamente, existem aplicações que requerem mais dados do que outras. Na categoria de Mensagens e Chamadas de Vídeo, o Facebook Messenger está no topo da lista e recolhe os dados mais pessoais. Ao mesmo tempo, a Cisco Webex Meetings recolhe os dados menos importantes. Consequentemente, nas aplicações sociais, o Facebook recolhe os dados mais pessoais. Pelo contrário, o Clubhouse recolhe o mínimo.

Facebook Messenger dados

Na categoria “Navegação”, o WAZE está no topo, mas a InRoute não partilha quaisquer dados.

Obviamente, as aplicações mais populares obtêm a maioria dos dados. Mas há aplicações que não precisam de nenhuns. Para sobreviver, cobram uma taxa pela utilização da app. Além disso, outras têm compras in-app.

Finalmente, o estudo mostra que as redes sociais e as aplicações de entrega de alimentos são os que mais requerem mais dados dos utilizadores. Compras, Encontros e Pagamentos também estão no top 5.

Fonte

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Microsoft confirmou. TPM 2.0 é obrigatório! Até nas máquinas virtuais

O Windows 11 está mesmo prestes a chegar ao mercado, visto que a sua data de lançamento já foi antecipada do 11.11 para o...

AMD vai ter placas muito mais rápidas (mas mais caras) em 2022!

Esta não é a primeira vez que vemos alguns rumores a falar acerca da nova geração de placas gráficas AMD Radeon, mas uma coisa...

Microsoft Edge: não perca tempo e trate de atualizar já!

Se está a utilizar o Microsoft Edge então não perca mais tempo e trate de atualizar agora mesmo. Assim que o fizer vai passar...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!