Ex-funcionário acusa Google de falta de inovação

Um engenheiro da Google que deixou esta empresa na passada quarta-feira publicou um post no seu blog (via CNBC), a descrever os seus pensamentos acerca de algumas falhas que teve. Steve Yegge deixou a Google após 13 anos de dedicação, afirmando que o principal motivo para a sua saída foi o facto de não conseguir mais inovar.

Yegge descreve as várias situações em que observou isto. Para além disso, acusa a Google de ser “conservadora” e de se concentrar em preservar o que tem, ao invés de disponibilizar algo novo. “Gatekeeping e o medo de arriscar, são a norma na Google, em vez da exceção”, escreveu ele.

Yegge também aponta ao dedo a algumas políticas internas (embora as considere de “inevitáveis numa organização suficientemente grande”) e destaca a arrogância coletiva como a principal culpada pela falta de inovação. No entanto o maior problema para este ex-funcionário é que “a Google se focou 100% nos concorrentes, ao invés de se focar no cliente”.

Apesar disto, Yegge admite que a Google é “um dos melhores lugares para trabalhar na Terra”, apesar de não ser o mais inspirador.

O post completo pode ser consultado aqui.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também