Diga não aos e-mails que são puro SPAM!

Eu sou daquelas pessoas que pura e simplesmente ignora a grande maioria dos e-mails que recebo dia após dia. Apenas dou especial atenção ao e-mail de trabalho, e normalmente nem olho para as restantes contas. Porquê? Bem… A grande maioria dos e-mails que recebo diariamente, cerca de 99%, são puro lixo. São SPAM!

Diga não aos e-mails que são puro SPAM!

74 mil e-mails por ler! Tem mais que eu!? Mais de 90% são SPAM!

Portanto, nos dias que correm, ter 0 e-mails por ler é uma quase impossibilidade estatística. À velocidade que recebemos novos e-mails, quando acabar de limpar a sua caixa de entrada, já tem novas dezenas ou até centenas de e-mails que não interessam a ninguém. Mas, nos tempos que correm, existem formas de lidar com isto. Claro que nada é perfeito, mas é uma excelente ajuda, especialmente nos tempos que correm em que o limite de armazenamento de uma caixa de correio eletrónica é demasiado limitada para o tamanho de um e-mail moderno.

De onde vem tanto e-mail SPAM?

A resposta é muito simples. As suas informações de contacto estão a ser vendidas online. Como é que isto acontece? É também muito simples. Nem todos os sites ou plataformas de venda são sérias. Muitas lojas vendem o produto, e vendem também a sua informação a empresas de fora.

Estamos a falar do seu nome, o seu número (é por isso que recebe chamadas de números desconhecidos), o seu e-mail, e até a sua morada.

É exatamente por isto que o RGPD foi criado. Mas… Como controlar uma rede tão grande de troca de informações pessoais? Quase impossível.

Isto é importante?

Para a grande maioria dos utilizadores não. Uma pessoa mais ou menos rotinada com o mundo da Internet sabe identificar um e-mail pelo nível da sua importância. Porém, existem muitos utilizadores com menos talento para isso, e isso é perigoso.

Afinal, a grande maioria destes e-mails SPAM são também esquemas de Phishing. Isto pode dar origem a vários cenários maus, com um dos mais comuns a ser perda de informações bancárias.

Como parar com os e-mails?

Gmail cópia de segurança, aproveitar Gmail

Pois bem, apesar de ser quase impossível identificar todos os e-mails de forma correta, sendo exatamente por isso que por vezes alguns e-mails legítimos caem na Pasta SPAM, a realidade é que a grande maioria dos serviços de e-mail já contam com defesas contra este tipo de comunicação.

Porém, isto não significa que são automaticamente eliminados. Eles continuam presentes na sua caixa de correio, e devido a erros na identificação de e-mails, há quem vá ver o que se passa nesta pasta, e abra uns quantos e-mails.

  1. Entretanto, se quer melhorar o sistema de deteção de SPAM, o melhor a fazer é ver os e-mails que vai recebendo na sua pasta principal, e posteriormente identifique-os como SPAM. Ou bloqueie mesmo o remetente, para não chegar mais nada à sua caixa de correio.

2. Também pode remover subscrições a listas de e-mails. Um link que aparece na grande maioria dos e-mails de marketing. Para que deixe de receber mais comunicação daquela conta.

3. Remova a sua informação da Internet! Parece complicado, mas existem ferramentas para o ajudar na sua missão. Uma excelente alternativa está no serviço Incogni! Criado pela equipa do VPN Surfshark. (É um serviço pago, mas poderá fazer sentido para acabar com o SPAM, se achar que é um problema sério).

 

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.