Android: é boa ideia desinstalar o antivírus do smartphone!

O malware para Android é uma grande ameaça. De facto, se alguma app mais perigosa conseguir instalar-se no seu smartphone pode causar muitos danos. Por exemplo, pode deitar a mão às suas informações pessoais, encher o smartphone com anúncios e dar cabo da autonomia do seu smartphone. Quem por algum motivo fica com uma ameaça recorre normalmente a uma aplicação antivírus. Mas será que elas são mesmo necessárias? Protegem o seu dispositivo Android de malware ou eventualmente acabam por criar ainda mais problemas? A verdade é que vale a pena desinstalar o antivírus que tem no seu smartphone Android.

Android: é boa ideia desinstalar o antivírus do smartphone!

Para perceber se precisa ou não de uma aplicação antivírus, é importante entender como a maioria das aplicações deste género funcionam. Na realidade não é tão complicado como possa parecer.

Em 2019 a AV-Comparatives analisou a fundo algumas das aplicações antivírus Android mais populares. A conclusão foi a que muitos especialistas em segurança sempre suspeitaram. Muitas apps não fazem absolutamente nada para detectarem comportamentos maliciosos. 

Android: como descobrir se uma aplicação é falsa!, android localizar smartphone desligado

Uma grande parte das aplicações antivírus simplesmente utiliza uma whitelist para comparar com as aplicações que instalou no seu smartphone. Todas as aplicações que não são de um fornecedor que esteja nessa lista são simplesmente sinalizadas como uma aplicação potencialmente maliciosa.

- Advertisement -

Outras utilizam também uma blacklist. Elas analisam o seu smartphone para detectarem se tem instaladas algumas aplicações que estejam nessa lista negra. Assim que são encontradas é recomendada a desinstalação.

Embora isto possa parecer útil, do ponto de vista prático, oferece muito pouca ou nenhuma proteção. As listas que a maioria destas denominadas aplicações antivírus utilizam para analisar o smartphone normalmente não são suficientemente boas. Isto porque há apps a surgirem a toda a hora e é praticamente impossível conseguir-se manter estas listas atualizadas.

Android, xHelper, malware

Em 2022 estavam a chegar 482 mil amostras de malware Android à Internet por mês. É uma média de 16 mil novas ameaças por dia. Ou seja um número praticamente impraticável de se acompanhar.

Dito isto, mesmo com uma grande atualização das apps Antivírus é praticamente impossível acompanhar-se estre ritmo.

Ou seja as apps perigosas podem estar a causar estragos ao seu smartphone e as apps antivírus não detectarem nada. Assim acabam por dar uma falsa sensação de segurança e acabamos por baixar a guarda.

Mas se tiver uma aplicação antivírus instalada no seu smartphone Android, a falsa sensação de segurança pode ser a mínima das suas preocupações. É que ainda podem ocupar muitos recursos e tornar o smartphone lento.

Dependendo da aplicação antivírus que utiliza, a quantidade de recursos ocupados pode abrandar o seu smartphone.

E depois há o caso dos falsos positivos. Muitas aplicações anti-malware por vezes sinalizam aplicações legítimas como malware. Algumas vão ao ponto de tomar medidas para “proteger o utilizador”. Desse modo não conseguimos aceder a essas apps que até não fazem nada de mal .

Devido ao uso de animações, ativadas em segundo plano e à implementação de componentes em tempo real, as aplicações antivírus podem drenar a bateria. Claro que, como estão sempre a correr, também vão competir constantemente com outras aplicações.

O Android tem funções de segurança

É verdade que o sistema operativo Android tem opções de segurança eficazes. O problema é que por vezes fazemos algumas modificações no sistema e aí surgem os problemas. É nessa altura em que sem querer abrimos uma porta para as apps entrarem.

Fora isso temos o Play Protect que dá uma grande ajuda. Foi construído para combater eficazmente o malware à solta, utilizando algoritmos sofisticados que podem aprender e adaptar-se a novas ameaças. Devido ao nível de acesso que tem, pode detectar até os comportamentos maliciosos que passam mais despercebidos e tomar as ações necessárias.

As aplicações maliciosas serão mesmo desinstaladas a partir do seu dispositivo de forma automática.

Para além disso o Play Protect da Google também pode monitorizar as ligações de rede e os URLs a que acede e emitir avisos sempre que um site ou qualquer outra coisa não for segura.

De facto nenhuma aplicação anti-malware Android de terceiros tem tantos acessos e recursos como o Play Protect.

Necessita mesmo de ter um antivírus instalado?

A grande questão é: se o sistema Android tem a maior parte das coisas necessárias para proteger o seu smartphone Android, vale a pena arriscar a segurança do seu dispositivo com base em programas de terceiros?

Apesar de existirem algumas aplicações anti-malware de qualidade no mercado o sistema operativo tem tudo o que necessita para se manter seguro. Ou seja, acaba por ser redundante.  Assim não é má ideia desinstalar o antivírus do seu smartphone Android.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.