Cuidado! Faça isto se o carro está a demorar mais tempo a parar!

Já alguma vez carregou no pedal do travão do seu automóvel e sentiu que este já não é tão sensível como deveria ser? Digamos que está a descer uma montanha e se apercebe que o seu carro está a demorar muito mais tempo a parar de cada vez que carrega nos travões. Este fenómeno é normalmente designado por “brake fade” e é algo a que tem de dar mesmo atenção.

Cuidado! Faça isto se o carro está a demorar mais tempo a parar!

Os automóveis param transformando a energia cinética em calor. Os automóveis modernos utilizam um sistema de discos de travão, pinças e pastilhas de travão para criar fricção e parar o automóvel. Quando carrega no pedal do travão, um sistema hidráulico utiliza pressão para forçar as pinças a apertar as pastilhas de travão nos rotores e parar o carro através da fricção.

barulho no carro, alinhar a direção do automóvel, mais tempo a parar

Por sua vez, o atrito gera muito calor nos rotores. Normalmente, os discos de travão não ultrapassam os 204 graus numa condução normal na rua. No entanto, a condução vigorosa, como a condução em pista ou a condução com mais carga, pode sobrecarregar muito mais os seus travões e não lhes dar tempo suficiente para arrefecer. Isto pode forçar as temperaturas a subir para cerca de 500 graus. Este calor pode então causar uma perda de desempenho dos travões, o que pode ser perigoso.

Quais são os tipos de desvanecimento dos travões?

O tipo mais comum de desvanecimento dos travões é quando os seus travões perdem eficácia porque uma camada de gás impede que as pastilhas de travão agarrem corretamente os rotores. Este gás provém da degradação dos materiais das pastilhas de travão – principalmente a resina. À medida que a resina se deteriora, liberta um gás que pode formar uma película no rotor e reduzir o contacto. É por isso que algumas pastilhas de travão têm ranhuras que permitem a saída do gás. Considere a possibilidade de substituir as suas pastilhas de travão se verificar que as pastilhas montadas no seu veículo não têm ranhuras.

Carro, iuc, ruído pneus

Existe também outro tipo de desvanecimento dos travões chamado desvanecimento do fluido. Lembra-se de termos mencionado anteriormente que os automóveis utilizam um sistema hidráulico para ativar as pinças de travão? Bem, esse fluido no sistema hidráulico pode ferver e reduzir a eficácia desse sistema. Como o líquido dos travões é higroscópico, foi concebido para absorver água e humidade, reduzindo o seu ponto de ebulição e aumentando a probabilidade de desvanecimento dos travões.

Por último, a potência de travagem perde-se quando conduz em condições de chuva ou humidade. Isto pode transformar-se naquilo a que alguns chamam “water fade”, que é essencialmente outro tipo de desvanecimento dos travões. Neste caso, a água pode infiltrar-se entre as pastilhas e os rotores, ficar presa e reduzir a aderência entre as duas superfícies.

Como evitar o “brake fade”?

O primeiro e mais óbvio conselho para evitar o desgaste dos travões é, em primeiro lugar, evitar sobrecarregar os seus travões. A forma como decide implementar este conselho dependerá da forma como sobrecarrega os seus travões. Por exemplo, se notar o desgaste dos travões em descidas, considere a possibilidade de utilizar o travão motor em vez de confiar fortemente nos travões. Da mesma forma, evite uma condução agressiva com muitas acelerações rápidas e paragens bruscas que possam levar à acumulação de calor.

Como dissemos anteriormente, as pastilhas de travão com ranhuras podem ajudar a dissipar os gases. No entanto, os rotores de travão ventilados, ranhurados e perfurados também podem ser utilizados de forma semelhante. Permitem que o ar e os gases entrem e saiam através das aberturas, mantendo os travões mais frios. Além disso, se pretender utilizar o seu automóvel para melhorar o desempenho, como em pista ou para reboque, considere a possibilidade de adquirir rotores maiores, uma vez que a maior área de superfície pode ajudar a dissipar o calor.

Ao fazer a manutenção do seu automóvel, deve também verificar se não tem líquido dos travões velho que possa ter absorvido muita humidade. A frequência com que deve mudar o líquido dos travões varia de acordo com o seu veículo, mas geralmente deve fazê-lo a cada dois a quatro anos.

Agora já sabe o motivo para o seu carro demorar mais tempo a parar e como resolver!

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

Quando é que a Apple vai lançar os novos AirPods? E quais?

Embora não tenha havido grandes revisões ao nível dos AirPods em 2023, a Apple está a preparar uma grande mudança para este ano. O...

Google quer roubar a Ray-Ban à Meta!

Ao que tudo indica, a Google já tentou começar algum tipo de conversação com a empresa mãe da popular marca de óculos de sol...

Como descobrir uma fuga de vácuo no seu automóvel?

Embora normalmente seja fácil localizar uma fuga de óleo ou de líquido de refrigeração, sobretudo devido à existência de líquido, encontrar fugas de vácuo...

Como reduzir os reflexos no ecrã do seu televisor! É simples

Apesar de os televisores terem evoluído muito, há uma coisa que continua a impedir a experiência de visualização perfeita: O brilho. Seja qual for...

Muita atenção à profundidade de descarga do seu veículo elétrico

A profundidade de descarga refere-se à quantidade de bateria que utiliza entre carregamentos. Por exemplo, se tiver uma bateria de 100 kWh, uma profundidade...

iPhone 15 vai ficar mais barato!? Tenha paciência!

Como deve saber, a gama de smartphones iPhone 16 está quase a ser anunciada e posteriormente lançada no mercado Global. Afinal de contas, a...

Newsletter Leak

Receba todas as notícias e destaques diretamente no e-mail. É grátis!

Artigos relacionados