Assustador: ChatGPT já criou a sua própria linguagem!

A utilização da inteligência artificial é algo muito interessante. No entanto é ao mesmo tempo assustador. A cada dia que passa estes sistemas parecem anunciar o que está para vir, tornando-se cada vez mais inteligentes e perigosos. Exemplo disso é o facto de o ChatGPT já ter criado a sua própria linguagem. Parece servir um propósito muito útil, mas a verdade é que isto pode permitir uma comunicação com outros sistemas sem os humanos perceberem muito bem o que está a acontecer.

Assustador: ChatGPT já criou a sua própria linguagem!

Na prática o ChatGPT acabou de inventar a sua própria linguagem para alargar o limite de conversas que neste momento se situa nas 8 mil palavras. Assim os utilizadores do ChatGPT descobriram que o GPT-4 é capaz de comprimir uma longa conversa e criar uma espécie de linguagem de compressão.

chatGPT. ChatGPT emprego

Quando inserimos esses resultados comprimidos numa nova linha de comando, o sistema recria essa mesma conversa. Entretanto não só nos permite continuar de onde parámos como também expande o limite de conversas para além do seu limite de palavras.

Como sabe, o ChatGPT tem um limite. Uns dizem que o GPT-4 dá cerca de 25000 palavras enquanto o escritor Jeremy Nguyen refere que são cerca de 8000. Não que a maioria dos utilizadores tenda a atingir essa marca. No entanto se uma conversa atual continuar por muito tempo, o ChatGPT pode simplesmente parar, mesmo a meio de uma frase. Como resultado, teria de começar uma nova conversa. Isto pode ser extremamente frustrante se não estiver terminado e precisar de mais informação.

- Advertisement -

Batizada como Shogtongue pelo utilizador gfodor no Twitter, esta nova linguagem de compressão permite-lhe contornar essa contagem de palavras para que possa continuar a sua conversa, o que é extremamente útil especialmente se a sua consulta se transformou em algo muito complexo.

Mas de que forma é aproveitada, para já, essa compressão?

De acordo com Nguyen, o ChatGPT não vai simplesmente criar uma mensagem comprimida quando estiver a ficar sem palavras. Ainda tem de lhe pedir para comprimir essa conversa atual com instruções muito específicas.

No seu exemplo, ele especificou que a compressão deve ser “sem perdas”. Ele também lhe deu instruções para utilizar diferentes línguas, símbolos, e outras marcações iniciais.

Entretanto de acordo com Nguyen, o GPT-3.5 é incapaz de ler a linguagem comprimida. Ou seja, é mesmo necessária a versão mais avançada deste sistema de inteligência artificial.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.