Carros automáticos ou manuais: agora são estes que gastam mais!

Muitas pessoas continuam a não saber ao certo se os carros com transmissão automática gastam mais do que aqueles que chegam com mudanças manuais. De facto, existe quem defenda com bons argumentos ambas as partes. Existem vários prós e contras para ambas. O consumo de combustível, em particular, é muitas vezes um grande ponto de discussão quando se comparam carros com mudanças automáticas ou manuais.

Carros automáticos ou manuais: agora são estes que gastam mais!

Há muito que se acredita que as transmissões manuais têm, de facto, melhor consumo de combustível do que as transmissões automáticas no mesmo modelo de veículo. Será que isso é mesmo verdade?

Este ponto de discussão entre transmissão manual ou automática costumava ser uma pergunta fácil de responder, mas graças ao aperfeiçoamento contínuo da tecnologia automóvel, tornou-se um pouco mais complicado.

Se estiver a olhar para modelos anteriores a 2016, é mais provável que obtenha melhores quilómetros de combustível com uma transmissão manual. Isto deve-se – ou melhor, devia – principalmente ao facto de a transmissão manual adequada exigir que os condutores passem para a posição neutra quando estão parados, tanto para evitar a paragem como para não manter a embraiagem constantemente premida. Os automáticos ficavam com a mudança metida. Ou seja, nesta altura os carros automáticos estavam no grupo dos que gastam mais.

No entanto, as melhorias no funcionamento de uma transmissão automática inverteram a diferença de eficiência. Os carros com transmissões automáticas são agora mais eficientes, em média, do que os modelos manuais. Aliás os automóveis lançados após 2010 gastam menos gasolina com transmissões automáticas do que com transmissões manuais.

- Advertisement -

Ainda assim e apesar de atualmente os carros com mudanças automáticas permitirem poupar, face aos outros, ainda é necessário ter-se alguns cuidados.

As transmissões automáticas não aguentam estradas irregulares

É uma noção geralmente aceite que, quando se trata de uma condução mais técnica, uma transmissão manual é preferível a uma automática. Se, por exemplo, estivesse a subir uma colina extremamente íngreme ou a atravessar uma duna de areia instável, o controlo preciso de uma caixa manual seria a melhor opção. No entanto, só porque uma manual seja melhor a lidar com terrenos acidentados, irregulares ou estranhos, isso não significa que uma automática seja uma má aposta.

As mudanças de velocidade automáticas de uma transmissão automática tratam da maior parte dos aspectos complicados das mudanças de velocidade em estradas irregulares, permitindo-lhe concentrar-se mais na direção e na aceleração. Desde que o carro que está a conduzir seja construído para lidar com terrenos irregulares, com uma carroçaria robusta e características como a tração às quatro rodas, então uma transmissão automática funcionará muito bem para uma condução normal.

As transmissões automáticas não podem ser reparadas

É verdade que existem transmissões seladas que pelo menos alegadamente, nunca necessitam de manutenção dos fluidos. Por alguma razão, parte-se do princípio de que todas as transmissões automáticas modernas utilizam esta estrutura. Isto significa que, se se avariarem, a única opção é substituí-las completamente.

carros gastam mais

Mas em primeiro lugar, nem todas as transmissões automáticas são seladas. Isto é uma questão caso a caso que depende da marca, modelo e ano da sua transmissão. Em segundo lugar, e mais importante, as transmissões seladas podem-se drenar, encher e verificar como qualquer outra transmissão. Apenas é necessário o conhecimento correto. É certo que se pode aprofundar este processo. Consequentemente, mais dispendioso do que a manutenção de uma caixa de velocidades tradicional. Mas se a sua transmissão automática selada se avariar, não terá necessariamente de a trocar na totalidade.

Os carros automáticos consomem mais combustível do que os manuais

Tecnicamente falando, costumava ser verdade que as transmissões manuais tinham uma melhor economia de combustível do que as automáticas. As transmissões automáticas mais antigas não regulavam tão bem o consumo de combustível devido a uma combinação de peso e complexidade.

carros gastam mais

No entanto, as transmissões automáticas registaram grandes progressos em termos de eficiência de combustível nas últimas duas décadas. Graças, em grande parte, a funcionalidades assistidas por computador, como os sistemas stop-start e o cruise control, os automóveis automáticos tornaram-se muito melhores no controlo do consumo de combustível. As transmissões manuais podem ainda ser ligeiramente melhores na conservação de combustível em termos gerais. No entanto a diferença é surpreendentemente pequena.

As transmissões automáticas devem ser colocadas em ponto morto quando paradas

Se aprendeu a conduzir um carro com alguém que conduz principalmente transmissões manuais, essa pessoa pode ter-lhe dito que deve passar para ponto morto quando está parado num semáforo. Este é um bom conselho para um veículo manual, uma vez que a passagem para a posição neutra elimina o desgaste que a caixa de velocidades sofreria por estar parada na mudança, além de poupar algum combustível. No entanto, numa transmissão automática, isto é desnecessário e pouco aconselhável.

A posição de ponto morto numa transmissão automática destina-se apenas a ser utilizada em situações em que se pretende que as rodas se movam sem a intervenção do motor ou da caixa de velocidades.

Seja como for agora já sabe que carros gastam mais.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.