Baterias à base de água! Pode ser o futuro!

O desenvolvimento da tão famosa bateria continua a ser um tema que dá muito que falar. Afinal, apesar da evolução de tudo à volta deste componente, é aqui que a grande maioria dos problemas continuam, não só no mundo mobile, como também no lado dos automóveis elétricos. A bateria tem evoluído, claro, mas não ao ritmo necessário para que as coisas realmente ‘explodam’, e entrem numa tão desejada revolução elétrica.

Pois bem, temos novos desenvolvidos, graças ao trabalho da Universidade A&M do Texas, que parece ter conseguido criar uma bateria à base de água, sem metal, com uma diferença na capacidade de armazenamento capaz de chegar aos 1000%.

Baterias à base de água! Pode ser o futuro!

Exemplo de bateria tradicional, removível, das motas elétricas Silence

Portanto, os desenvolvimentos já foram publicados na revista Nature Materials, com a explicação de que este tipo de bateria (aquosa) consiste num cátodo (elétrodo com carga negativa), num ânodo (elétrodo com carga positiva), e um eletrólito, tal e qual como qualquer outra bateria tradicional. Porém, nesta bateria à base de água, os cátodos e ânodos são polímeros que podem armazenar energia, e o eletrólito é a água misturada com sais orgânicos.

Mais concretamente, o eletrólito transfere os iões para trás e para a frente (carga) entre o cátodo e o ânodo. Isto enquanto o eletrólito é a chave para o armazenamento de energia através das suas interações com o elétrodo.

Dito isto, se um elétrodo inchar demasiado durante o ciclo mencionado em cima, então este perde um pouco da sua capacidade de conduzir os eletrões. O que por sua vez também significa perda de desempenho. pode conduzir muito bem os eletrões, e perde todo o desempenho. É aqui que esta bateria ganha uma grande vantagem face tudo o resto, tudo graças à elevada tensão de descarga dos polímeros e à rápida cinética redox.

- Advertisement -

Curiosamente, além da melhoria na densidade da capacidade de armazenamento de energia, este novo tipo de bateria também resolve outro dos grandes problemas do mercado atual. Qual? A escassez de lítio, e outros metais críticos! Além disto, também anula o sempre presente risco de incêndio! Em suma, com esta nova tecnologia de armazenamento de energia, temos um empurrão para as famosas baterias sem lítio.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.