Astrofotografia chega a toda a família Google Pixel. Veja como!


Por em

Passou pouco tempo desde que o Google Pixel 4 nasceu e com ele vieram novidades. Embora este equipamento não esteja a fazer as delícias de todos os utilizadores tem, sem dúvida, características interessantes. As câmeras são, sem dúvida, um dos melhores atrativos do Pixel 4. Têm muita qualidade e sobretudo muitas funcionalidades extra como a astrofotografia.

Astrofotografia chega a toda a família Google Pixel. Veja como!

Algo que tem sido muito falado é a astrofotografia. Na prática é o melhor modo de sempre para fotografar estrelas e outra atividade cósmica. Agora eis que esta funcionalidade chegou a outros equipamentos da família Pixel graças a uma versão modificada da Google Camera 7.2. Entretanto, para além da astrofotografia chega também com o Super Res Zoom que é como quem diz zoom de alta-resolução.

astrofotografia

Vamos então olhar para as outras características incluídas nesta versão e que foram reveladas pelo XDA-Developers. Temos o modo Astro, como referi, para o Pixel 1 e 2. Temos também opções de focagem na vista noturna. Existe também a super definição ao nível do zoom, incluindo no modo noturno.

Para além disso, o novo modo ativa as fotografias automáticas na câmera para selfies.

De facto são muitos aperitivos que tornam esta aplicação obrigatória. Especialmente se tem o Pixel 1 ou o 2.

Mais informações aqui.

No entanto, apesar de algumas funcionalidades poderem ser partilhadas, outras são mesmo exclusivas do Pixel 4 devido a características técnicas. Uma delas é o facto do Pixel 4 ter a capacidade de salvar vidas em caso de acidente.

O Pixel 4 determina se ocorreu um acidente de automóvel usando sensores de movimento e ouvindo sons específicos; a localização do smartphone também é utilizada. Isto requer permissões para localização, atividade física e microfone. Entretanto, esta funcionalidade não vai funcionar se o dispositivo estiver a utilizar o modo avião ou se o sistema de poupança de bateria estiver desligado.

Como é que tudo funciona?

Se a deteção de acidente de carro estiver ativada e o Pixel 4 determinar que houve um acidente, o dispositivo vai vibrar e tocar alto. Depois pergunta (pelo alti-falante e no ecrã) se o utilizador necessita de ajuda. Dito isto, teremos 60 segundos para responder; dizer “Emergência” ou tocar duas vezes no botão de emergência. Nesse momento é estabelecida uma chamada para os serviços de emergência. No entanto, se carregarmos em “Estou bem” ou dissermos “Cancelar” a ligação será interrompida. Se a pessoa desmaiar e estiver muito ferida e não houver nenhuma resposta o dispositivo liga automaticamente para os serviços de emergência e partilha o local do acidente.

Entretanto, a Google fez uma ressalva. É que a detecção de acidentes de carro não funciona em todos os acidentes. O smartphone pode ficar danificado ou então pode não existir conetividade sem fos. Atenção que para já este serviço apenas está disponível nos EUA e como não é de estranhar em inglês.

Como ativar?

Assim que um SIM é adicionado ao Pixel 4, o utilizador pode configurar a Deteção de colisão através da aplicação Segurança pessoal. Quando a app estiver aberta, aceda a Configurações e, em Condução, carregue em Detecção de acidente de automóvel. Para que tudo funcione os utilizadores devem optar por partilhar a localização em todos os momentos.

Leia também

Ou veja mais notícias de Android, Featured

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Oito coisas que tem mesmo de saber sobre o spyware!

Natal antecipado? ARM já deu uma bela prenda à Huawei!

Seguinte