Arma laser chinesa pode carbonizar a 1 km de distância

As armas laser têm estado sempre presentes nos filmes de ficção científica. No entanto, novas informações afirmam que esta tecnologia está a ser desenvolvida para utilização militar. É mais especificamente na China que isto está a acontecer e a nova invenção dá pelo nome de “laser AK-47” e é capaz de queimar a pele humana a 1 km de distância.

Os investigadores envolvidos no projeto afirmam que a nova arma laser portátil desenvolvida pela China foi classificada como “não letal”, mas é capaz de produzir um feixe de energia que não pode ser visto a olho nu. O feixe pode passar através das janelas e causar “carbonização instantânea” da pele e dos tecidos humanos.

Segundo um cientista, especialista em raios laser, a nova arma pode  “queimar a roupa numa fração de segundo … Se o tecido for inflamável, toda a pessoa será carbonizada”. Já um investigador que participou no desenvolvimento e testes de um protótipo no Instituto Xian de Óptica e Mecânica de Precisão da Academia Chinesa de Ciências afirma que a dor causada por esta arma vai para além do que um pessoa consegue resistir.

Na prática, trata-se de uma arma de calibre 15 mm e que pesa 3 quilos, podendo ser montada em aviões, barcos e carros. O relatório menciona que esta arma está agora pronta para a produção em massa e as primeiras unidades provavelmente serão dadas aos esquadrões anti-terrorismo na Polícia Chinesa.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados