Antivírus grátis? Com o Avast o barato sai muito caro!

Uma investigação recente descobriu evidências surpreendentes que apontam para o Avast. Na prática descobriram que este software antivírus recolhia dados do histórico de navegação dos utilizadores e vendia-os a terceiros como a Microsoft e Google. Mas afinal o que se passa com este antivírus grátis?

Antivírus grátis? Com o Avast o barato sai muito caro!

A investigação resultou de um esforço conjunto das publicações Motherboard e PCMag. Estes meios contaram com os dados vazados de utilizadores e outros documentos para descobrir a venda de dados privados dos utilizadores à revelia destes. Ora considerando que as soluções antivírus Avast estão instaladas em quase 435 milhões de plataformas Windows, Mac e até dispositivos móveis em todo o mundo, esta questão assume proporções elevadíssimas. Alegadamente, a empresa recolheu os dados do histórico de navegação dos utilizadores através de plug-ins e forneceu-os a terceiros.

Antivírus grátis

Durante a investigação, um documento pertencente à Jumpshot, uma subsidiária da Avast, foi recuperado. Ora as informações detalhadas acerca do software antivírus instalado no PC revelaram a possibilidade de recolha de dados e o fornecimento a alguns gigantes da tecnologia como a Google, Yelp, Microsoft, McKinsey, Pepsi, Sephora, Home Depot, Conde Nast, Intuit e muitos outros.

Desde que esta informação foi revelada, o Avast parou de fornecer dados relacionados com a navegação que são recolhidos pelas extensões do Jumpshot. Além disso, também foram revelados contratos com a Jumpshot. Neles incluem-se negociações com uma empresa de marketing que pagou mais 2 milhões de dólares pelo acesso aos dados de navegação dos utilizadores em 2019.

A Avast está a ser acusada de recolher a data e hora exatas de quando um utilizador entra num site, juntamente com o histórico de pesquisas e até mesmo acompanhar os conteúdos digitais, como os vídeos que estão a ser visualizados. Entretanto, o Avast também está aser investigado para recolher dados de utilizadores através do próprio software antivírus, além dos plugins para o browser.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Netflix perdeu contra a HBO! Primeira vez em muito tempo…

Foi um ano em cheio para as plataformas de Streaming. Sobretudo porque os cinemas se encontraram fechados durante muito tempo, devido claro está, à...

Sony tem um SSD pensado para a PS5, mas é caro à sorte!

Como deve saber, a Sony lançou finalmente uma atualização para a sua PlayStation 5, que por sua vez, permite a instalação de um SSD...

Fim-de-semana doido na Netflix! Aproveite os novos projetos!

Mais uma semana, e mais uma catrefada de grandes projetos que chegaram à Netflix. E como tal, iremos revelar-lhe aqui mais em baixo alguns...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!